fbpx

Marcelo Coutinho

Biografia

Marcelo de Braz Coutinho, em arte mais conhecido como Marcelo Coutinho, é um professor e diretor de fotografia brasileiro nascido em Recife (PE) em 31 de dezembro de 1955. Formou-se em TV e Cinema pela Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília (UnB), em 1979. Desenvolveu também carreira acadêmica, como diretor e professor do Departamento de Iluminação da The Academia Brasileira de Vídeo (SP), de 1985 a 1990.

Em 1976, fotografa seu primeiro filme, o curta Seu Ramolino, direção de Marcos Mendes, produzido na bitola 16mm e em 1987 assina a fotografia de seu primeiro longa, Romance, de Sérgio Bianchi. Em 1991, recebeu seu primeiro prêmio de fotografia, no Festival de Brasília, pelo curta Rota ABC, de Francisco César Filho.

Ministra curso de extensão de Fotografia de Cinema e Iluminação em Vídeo pela Universidade de Brasília (UnB), em 1990.

Iniciou sua carreira na televisão em 1993 como diretor de fotografia do programa infantil Castelo Rá-Tim-Bum, direção de Cao Hamburger. Em 1997, fotografou a série Frutas Brasileiras, em 11 episódios, veiculada pela TV Educativa. Atua também na área de teledramaturgia nas séries Retrato Falado, Copas de Mel, Anos de Glória, Álbum de Casamento e Contando História, da TV Globo/núcleo Guel Arraes, todas protagonizadas pela com atriz Denise Fraga e direção de Luis Villaça (de 1999 a 2004), produzidas em São Paulo, com uma só câmera, representaram experiência pioneira em captação digital e pós-produção nos Estúdios Mega, padrão que passou a ser adotado por toda a teledramaturgia da emissora.

Atualmente, responde pela direção de fotografia da TV Brasil, emissora pública. Novamente com Sérgio Bianchi, assina a fotografia do longa Cronicamente Inviável, em 2005 e depois Barra 68 (2005), de Vladimir Carvalho.

Filmografia

Filmografia: 1976 – Seu Ramolino (CM); Carolino Leobas (CM); 1977 -Escrevendo Certo por Linhas Tortas (CM); 1978 -Conversa Paralela (CM); 1980 -Papa Lá Que Eu Papo Cá (CM) (cofot. Tuker Marçal); 1982-Cruviana (CM); 1984 -Exu-Piá, Coração de Macunaíma (cofot. José Sette de Barros e Flávio Ferreira); 1985 -A Mensagem do Profeta (CM); 1986 -Queremos as Ondas do Ar! (CM); 1987 – Mais Luz (CM); Romance (LM); 1988 -A Caixinha do Amor (CM); Bruxa e Fada (CM); Romance (LM); 1990 -Hip-Hop, SP (CM); 1990/92-Conterrâneos Velhos de Guerra (LM) (cofot. Alberto Cavalcanti, David Pennington, Fernando Duarte, Jacques Cheuiche, Walter Carvalho e Waldir de Pina); 1991-Michaud (CM); O Canto da Terra (MM) (dir., fot.) (codir. e cofot. Paulo Rufino e Walter Carvalho); Rota ABC (CM); 1994 -O Efeito Ilha (LM); 1997-Grafite, 35mm (CM); 1999/2003-O Som, as Mãos e o Tempo (MM); 2005-Cronicamente Inviável (LM)(cofot. Antonio Penido); Barra 68 (LM) (…Sem Perder a Ternura) (cofot. André Luiz da Cunha e Jacques Cheuiche).

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antônio Leão da. Dicionário de Fotógrafos do Cinema Brasileiro. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2011.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/marcelo-coutinho/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.