fbpx

Marcelo Serrado

Biografia

Marcelo Magalhães Serrado, em arte mais conhecido como Marcelo Serrado, é um ator de televisão, teatro e cinema brasileiro nascido no Rio de Janeiro (RJ) no dia 10 de fevereiro de 1967. É formado pela CAL (Casa de Arte das Laranjeiras) em 1985.

Nos tempos do colégio foi presidente do grêmio e participou de uma banda chamada Prisma. Estreou na TV em 1987 na novela Corpo Santo da TV Manchete. A partir daí, começou a desenvolver sua carreira na televisão.

Em 1989, Marcelo Serrado estreou na TV Globo em Pacto de Sangue. Na emissora, ele também atuou em Desejo (1990), Mico Preto (1990), O Dono do Mundo (1991), Anos Rebeldes (1992), O Mapa da Mina (1993), Quatro por Quatro (1994), Quem É Você? (1996), Por Amor (1997), Labirinto (1998), Pecado Capital (1998), Força de um Desejo (1999), Porto dos Milagres (2001), Sabor da Paixão (2002), Sítio do Picapau Amarelo (2004) e Mad Maria (2005).

Marcelo também atuou em Brasileiras e Brasileiros (1990) no SBT.

No teatro, atuou, dentre outras peças, em Os Meninos da Rua Paulo, Esse Alguém Maravilhoso que Amei, O Rim, No Retrovisor e Noel, o Poeta da Vila.

No cinema, Marcelo participou dos longas Super-Colosso: a Gincana da TV Colosso (1995), Bem-Vindos ao Paraíso (1999), Seja o que Deus Quiser! (2002), Oswaldo Cruz – O Médico do Brasil (2003) e Noite de São João (2003).

Em 2005, depois de 15 anos fazendo novelas na TV Globo, Marcelo Serrado decidiu não renovar seu contrato com a emissora carioca para atuar em Mandrake, série produzida no Brasil pelo canal por assinatura HBO Brasil, na pele do policial Raul. No teatro, atuou em 2005 nas peças O Rim e Anjos da Cara Suja. Logo depois assinou contrato de três anos com a Record, onde atuou nas novelas Prova de Amor e Vidas Opostas.

Em 2008, após quase 4 anos de preparação, Marcelo estréia o espetáculo Tom & Vinícius, o musical. Marcelo – idealizador do espetáculo – quer mostrar a dupla ainda jovem do encontro em 1955 para a montagem da peça Orfeu da Conceição até 1965 com a fama já internacional. No elenco, Marcelo interpretou Tom Jobim e Thelmo Fernandes foi Vinicius de Moraes.

Em 2009, esteve no elenco da novela Poder Paralelo, na Rede Record.

Em 2010, o ator esteve em cartaz com o monólogo Não Existe Mulher Difícil. No ano seguinte Marcelo aparece nas telas dos cinemas no longa metragem Malu de Bicicleta.

Retornou à Rede Globo em 2011, interpretando Crô, um mordomo homossexual, fiel escudeiro da vilã Tereza Cristina, interpretada por Christiane Torloni na telenovela das nove Fina Estampa.

Em 2012, interpretou Tonico Bastos, no remake da novela Gabriela. Em novembro do mesmo ano, foi anunciado pela colunista Regina Rito, do jornal O Dia, que Marcelo interpretaria o personagem Crô, de Fina Estampa, novamente, mas agora num longa-metragem. O roteiro de Crô – O Filme foi escrito por Aguinaldo Silva em conjunto com Rodrigo Ribeiro e Maurício Gyboski. A direção fica por conta de Bruno Barreto.

Foi casado durante seis anos com a atriz Christine Fernandes. Desde 2003, está casado com a atriz Rafaelle Mandelli (1980) com quem teve sua primeira filha, Catarina, nascida em 2004.

Filmografia

2020 :: Dois Mais Dois (Em Finalização)
2020 :: De Perto Ela Não é Normal
2017 :: Polícia Federal – A Lei é para Todos
2016 :: Se a vida começasse agora
2015 :: Divã a 2 – O Filme
2014 :: Rio, Eu te Amo (Episódio: Eu te Amo)
2013 :: Crô – O Filme
2011 :: Malu de Bicicleta
2008 :: Mais Uma História No Rio (CM) …. Delegado
2003 :: Noite de São João …. João
2003 :: Oswaldo Cruz – O Médico do Brasil
2002 :: Seja o que Deus Quiser! …. Zé Henrique
2000 :: Célia & Rosita
2000 :: Eu Não Conhecia Tururu
1999 :: Bem-Vindo ao Paraíso …. Irmão de Pedro
1997 :: Dois na Chuva (CM)
1995 :: Super-Colosso: a Gincana da TV Colosso …. Rafael Morais
1993 :: A Flor da Pele …. Jorge
1992 :: Os Moradores da Rua Humboldt

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Marcelo Serrado. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/marcelo-serrado/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “Marcelo Serrado

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.