fbpx

Marcus Majella

Marcos Vicente Lemos Majella, em arte conhecido como Marcus Majella, é um ator e humorista brasileiro nascido em Cabo Frio (RJ) no dia 11 de maio de 1979. É formado pela Casa de Artes de Laranjeiras (CAL), no Rio de Janeiro, em 2005.

Atuou em dezenas de peças de teatro – entre elas Faz Sentido, texto de Fábio Porchat com direção de João Fonseca; A Geração Trianon, dirigido por Dudu Sandroni; Piquenique no Front, clássico de Fernando Arrabal; e Olho de Boneca, uma encenação de Celina Sodré. Faz parte do elenco do coletivo Porta dos Fundos, um dos maiores fenômenos de humor da internet. No Multishow, além de Vai que Cola, integra também o elenco de 220 Volts, ao lado de Paulo Gustavo, e ainda esse ano estreia um programa próprio, Ferdinando Show.

No cinema, atuou também em Minha Mãe é uma Peça – O Filme e Mato sem Cachorro, ambos de 2013. Participou também das comédias Tô Ryca!, com Samantha Schmütz; e Um Tio quase perfeito (2016).

2021 :: Os Salafrários
2021 :: Um Tio Quase Perfeito 2
2019 :: Vai que cola 2 – O Começo
2018 :: Crô em Família
2017 :: Um Tio quase perfeito
2017 :: Chocante
2016 :: Tô Ryca!
2016 :: A Canção de Lisboa (Portugal)
2013 :: Minha Mãe é uma Peça – O Filme
2013 :: Mato sem Cachorro
2011 :: Teste de Elenco

Livros:

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Marcus Majella. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

2 comentários sobre “Marcus Majella

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.