fbpx

Martinho da Vila

Biografia

FOTO Martinho da Vila 01Martinho José Ferreira, em arte mais conhecido como Martinho da Vila, é um cantor, compositor, escritor e músico brasileiro nascido no município de Duas Barras (RJ) no dia 12 de fevereiro de 1938.

Filho de lavradores da Fazenda do Cedro Grande, mudou-se para o Rio de Janeiro com apenas quatro anos. Quando se tornou conhecido, voltou a Duas Barras para ser homenageado pela prefeitura em uma festa, e descobriu que a fazenda onde havia nascido estava à venda. Não hesitou em comprá-la e hoje é o lugar que chama de “meu off-Rio”. Cidadão carioca criado na Serra dos Pretos-Forros, a primeira profissão foi como auxiliar de químico industrial, função aprendida no curso intensivo do SENAI. Mais tarde, serviu o Exército Brasileiro como sargento burocrata. Nesta instituição ele começou na Escola de Instrução Especializada, tornando-se escrevente e contador, profissões que abandonou em 1970, quando deu baixa para se tornar cantor profissional.

A carreira artística surgiu para o grande público no III Festival da Record, em 1967, quando concorreu com a música “Menina Moça”. O sucesso veio no ano seguinte, na quarta edição do mesmo festival, lançando a canção “Casa de Bamba”, um dos clássicos de Martinho. O primeiro álbum, lançado em 1969, intitulado Martinho da Vila, já demonstrava a extensão de seu talento como compositor e músico, incluindo, além de “Casa de Bamba”, obras-primas como “O Pequeno Burguês”, “Quem é Do Mar Não Enjoa” e “Prá Que Dinheiro” entre outras menos populares como “Brasil Mulato”, “Amor Pra que Nasceu” e “Tom Maior”. Logo tornou-se um dos mais respeitados artistas brasileiros além de um dos maiores vendedores de disco no Brasil, sendo o segundo sambista a ultrapassar a marca de um milhão de cópias com o CD Tá Delícia, Tá Gostoso lançado em 1995 (o primeiro foi Agepê, que em 1984 vendeu um milhão e meio de cópias com seu disco Mistura Brasileira). Destacam-se Zeca Pagodinho, Simone (CD Café com leite, um tributo a Martinho da Vila, 1996) e Alcione como os maiores intérpretes.

A celebração do 75º aniversário do cantor, bem como 45 anos de carreira, levou Martinho a receber o segundo volume da série Sambabook em 2013, depois de João Nogueira receber o original no ano anterior.

Martinho tem oito filhos incluindo Mart’nália, Tunico da vila e sete netos, mas só se casou pela primeira vez em 1993. Sua esposa é Clediomar Corrêa Liscano, 33 anos mais jovem, e mãe de seus dois filhos mais novos, a quem Martinho conheceu na gravação de um videoclipe.

No Shopping Iguatemi, Martinho inaugurou um botequim, chamado Butiquim do Martinho, onde se ouvia música brasileira, acompanhada de chope e petiscos, que ficou aberto durante nove anos.

Martinho da Vila torce para o Vasco da Gama, e compôs duas músicas em homenagem ao clube do coração. É, desde 2005, filiado ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB). Em 2009, foi lançado o documentário Martinho da Vila: Filosofia de Vida – O Pequeno Burguês, que conta um pouco da vida artística e particular do artista. No fim de 2012 fez participação na série de TV “Meu Anjo”, produzida pela produtora Telemilênio, como ele mesmo. A trama foi ao ar na CineBrasilTV.

Publicações

VILA, Martinho da. Barras, Vilas e Amores. São Paulo: SESI-SP Editora, 2015.
______. Vamos Brincar de política?. : Editora Global, 1986. – Infanto-juvenil
______. Kizombas, andanças e festanças. (Léo Christiano Editorial, 1992 / Editora Record, 1998) – Auto Biográfico
______. Joana e Joanes, um romance fluminense. : ZFM Editora, 1999. – Romance (Reeditado no mesmo ano em Portugal, pela Eurobrap, sob o título “Romance fluminense”)
______. Ópera Negra. : Editora Global, 2001. – Ficção
______. Memórias póstumas de Teresa de Jesus. : Editora Ciência Moderna, 2002. – Romance
______. Os Lusófonos. : Editora Ciência Moderna, 2006. – Romance
______. Vermelho 17. : ZFM Editora, 2007. – Romance
______. A Rosa Vermelha e o Cravo Branco. : Lazuli Editora, 2008. – Infantil
______. A serra do rola-moça. : ZFM Editora, 2009. – Romance
______. A rainha da bateria. : Lazuli Editora, 2009. – Infantil
______. Fantasias, Crenças e Crendices. : Ciência Moderna Editora, 2011. – Literatura Musical
______. O Nascimento do Samba. : ZFM, 2013. – Literatura Musical

Bibliografia

Livros:

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Martinho da Vila. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/martinho-da-vila/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “Martinho da Vila

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.