fbpx

Matinta (2010)

Sinopse

O filme, como o nome indica, é uma livre adaptação da lenda da Matinta Perera, muito comum nos interiores da Amazônia.

Na versão do roteiro de Fernando Segtowick e do corroteirista e ator Adriano Barroso, a história virou um triângulo amoroso, vivido em uma pequena vila no interior do Pará, onde coisas estranhas passam a acontecer.

Em uma das pontas do triângulo amoroso está Valquíria vivida por Dira Paes. Em outra ponta, está Felício vivido por Adriano Barroso, que no filme é casado com Antônia e luta para resistir às investidas de Valquíria. No curta, a lenda ganhou traços mais humanos e tem um enfoque no suspense, no amor e no misticismo.

O Filme do paraense Fernando Segtowick faturou dois candangos no Festival de Brasília, um dos mais importantes do cinema brasileiro. Matinta foi premiado pelo melhor som para a equipe formada por Evandro Lima, Miriam Biderman, Ricardo Reis e Paulo Furnari Gama e ainda faturou o prêmio de melhor atriz para a sempre excelente Dira Paes.

Elenco

Dira Paes
Adriano Barroso
Astrea Lucena
Andreia Rezende
Nani Tavares
Marina De Paul

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Matinta (2010) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Fernando Segtowick e Adriano Barroso
Roteiro: Fernando Segtowick e Adriano Barroso
Produção Executiva: Camilla Leal e Fernando Segtowick
Produção: Wesley Braun e Thiago Freitas
Direção de Produção: Luís Laguna
Direção de Fotografia: Pablo Baião
Som Direto: Evandro Lima
Edição de Som: Miriam Biderman e Ricardo Reis
Direção de Arte: Rubem Lima
Figurino: Mauriti
Maquiagem: Sônia Penna
Montagem: Atini Pinheiro
Trilha Sonora: Alexandre Guerra

Prêmios

:: Melhor Atriz – Curta 35mm – Festival de Brasília 2010
:: Melhor Som – Curta 35mm – Festival de Brasília 2010

Bibliografia

Internet:

BLOG CINETV VIRTUAL. http://cinetvnewsvirtual.blogspot.com/2010/12/curta-matinta-premiado-em-brasilia.html – Brasil

MATINTA. http://www.matinta.wordpress.com/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.