fbpx

Maurício Sherman (1931-2019)

Biografia

FOTO Mauricio ShermanMaurício Sherman Nizenbaum, em arte conhecido como Maurício Sherman, foi um diretor de televisão, ator e dublador brasileiro nascido na cidade de Niterói (RJ) no dia 31 de janeiro de 1931. Um dos mais conhecidos e respeitados nomes do showbusiness tupiniquim, começou no teatro como ator, sendo inclusive premiado, além de comandar diversos espetáculos do Teatro de Revista. Ainda como ator, fez vários vilões nas comédias da Atlântida. Foi praticamente um dos “inventores” da TV brasileira como forma de entretenimento como a conhecemos hoje. Já trabalhou com Chico Anysio e era um dos diretores preferidos de Nelson Rodrigues.

Nos anos 40, foi responsável pela dublagem em português de alguns clássicos da Disney, começou com a dublagem da 1ª voz de Pinóquio em Pinóquio, dublagem do Príncipe Philipe de A Bela Adormecida e outros mais.

Iniciou sólida carreira na televisão nos anos 1950, como ator, produtor e diretor de shows humorísticos e novelas.

Em 1961, Sherman foi responsável pela direção da primeira versão televisiva de Gabriela, Cravo e Canela, baseada no livro de Jorge Amado e transmitida pela TV Tupi. A novela foi a primeira da televisão brasileira a ser gravada em videoteipe.

Como Diretor de televisão, Maurício Sherman dirigiu Faça Humor, Não Faça Guerra, Chico City, Chico Anysio Show, Fantástico, Domingão do Faustão, Os Trapalhões e Zorra Total, e também trabalhou como diretor artístico do infantil dos anos 90, TV Colosso (todos na Rede Globo).

Como ator, estreou no cinema em 1955 no filme Paixão nas Selvas (Conchita Und Der Ingenieur). Em 1978, dirigiu seu primeiro e único filme, Copa 78, o Poder do Futebol, mas sua carreira é direcionada para a televisão, com inegável talento, sendo, nessa área, considerado um dos nossos melhores profissionais. Entre tantos outros, dirigiu os humorísticos Faça Humor, Não Faça Guerra (1970/73), Chico City (1973/80), a minissérie A, E, I.O… Urca (1990) e Zorra Total (1999).

Além disso, Sherman trabalhou por muitos anos como comentarista da Rádio Bandeirantes, onde eram transmitidos diversos jogos do campeonato brasileiro de futebol, na década de 1980.

Na Rede Manchete foi um dos mais prestigiados diretores, tendo dirigido a primeira edição do Clube da Criança, escalando a então modelo Xuxa Meneghel como apresentadora, e descobrindo Angélica, ainda uma menina de onze anos.

Recentemente, era diretor geral do humorístico Zorra Total, na Rede Globo.

Maurício Sherman faleceu no dia 17 de outubro de 2019, em casa, no Rio de Janeiro.

Filmografia

:: Filmografia como Ator ::

2012 :: Até que a sorte nos separe …. Tio Olavinho
1975 :: Motel
1973 :: Tormento
1970 :: Os Caras de Pau
1963 :: Gimba, Presidente dos Valentes
1958 :: Sherlock de Araque
1957 :: Treze Cadeiras
1956 :: Vamos com Calma
1955 :: Paixão nas Selvas (Conchita Und Der Ingenieur) (Alemanha/Brasil)

:: Filmografia como Diretor ::

1978 :: Copa 78, o Poder do Futebol
1970 :: O Samba Começou Assim (CM)

:: Filmografia como Dublador ::

19 :: A Bela Adormecida …. Príncipe Philipe
19 :: Pinóquio (Pinóquio) …. Pinóquio

Bibliografia

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Maurício Sherman. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/mauricio-sherman/

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.