fbpx

Mauro Baptista Vedia

Biografia

Mauro Baptista Vedia é uruguaio naturalizado brasileiro, cineasta e diretor de teatro. Doutor em Artes pela ECA/USP (1999), com pós-Doutorado em Paris III, Sorbona. Nos anos 90, Vedia foi jornalista da Agencia France Press, no Rio de Janeiro, e correspondente das redes de televisão americanas em espanhol CBS/Telenoticias e UNIVISION, além de Rádio 1000 de México e Rádio Sarandi de Uruguai. Nessa década, realizou seu primeiro curta em película, Alex (1997, 16mm), que circulou por vários festivais de peso brasileiros e internacionais, e também exerceu o jornalismo cultural, escrevendo para El Pais Cultural. Nos anos 2000, formou parte da equipe editorial da revista SINOPSE, junto com Manoel Rangel, Alfredo Manevy, Leandro Saraiva e Newton Cannito, fez curadoria e produção de mostras inéditas de cinema.

Vedia finalizou seu primeiro longa-metragem de ficção, Jardim Europa (77 min, 35mm, cor), que foi selecionado em 2013 para o 7 Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo e foi apresentado no CINESESC com sala cheia, tendo sido selecionado também para a Mostra Novíssimo Cinema Brasileiro, no CINUSP, em fevereiro de 2014. O filme foi filmado sem roteiro, e realizado num longo processo de pesquisa e criação de 10 meses com os atores.

Em 2011, Vedia escreveu e dirigiu, com Luis Dantas, o telefilme A Performance ( TV Cultura), selecionado para a Competição Oficial do FIPA, Biarritz, França, em Janeiro de 2012, e no festival Latino-Americano de São Paulo.

Em 2007, Vedia dirigiu sua primeira peça, A Festa de Abigaiu, (Abigail´s Party), de Mike Leigh, que fez mais de 50.000 espectadores e obteve ótimas críticas (Veja, Estado de São Paulo), indicação ao prêmio Shell de Melhor atriz para Ester Laccava e indicação de melhor comédia pela revista Contigo. Em 2010, Vedia estreou mais duas peças de Mike Leigh, Êxtase, direção, produção e co-tradução, no Centro Cultural Banco do Brasil, São Paulo e Brasília e Os Penetras (direção e co-tradução), no Teatro Jaraguá, ambas com boa recepção crítica, e a peça Ligações Perigosas, com Maria Fernanda Candido e Marat Descartes (Teatro FAAP).

Em março de 2010, Vedia lançou seu livro O cinema de Quentin Tarantino, pela editora Papirus, indicado ao Jabuti em 2011 na categoria Artes. Em 2012, Vedia dirigiu a peça Gangue, com a Cia provisório Definitivo, que ganhou 3 prêmios FEMSA de teatro infantil (melhor atriz e melhor ator coadjuvantes, melhor espetáculo Jovem).

Em 2014, dirigiu e produziu a peça Jantar, de Moira Buffini, que estreou no CCBB em Maio de 2014 e fez temporada de dois meses, com grande sucesso de crítica (Veja, Folha) e de público.

Jardim Europa é o primeiro longa-metragem de Vedia, que atualmente escreve o seriado O churrasco de Soares e seu segundo longa-metragem, Uma banda.

Filmografia

:: Filmografia como Diretor ::

2013 :: Jardim Europa

:: Filmografia como Roteirista ::

2013 :: Jardim Europa

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.