fbpx

Mestiça, a Escrava Indomável (1974)

Sinopse

Século XVIII, uma fazenda no interior do Brasil. O novo feitor chega e luta para mudar o cruel tratamento a que são submetidos os escravos. Ele se apaixona por uma escrava, Mestiça, amada por todos os homens. Não consegue dominá-la. Um par de brincos de prata desaparece da fazenda e Pai João, líder dos escravos, é responsabilizado pelo roubo. Para que ele não seja chicoteado até a morte o feitor manda prendê-lo. Para se vingar do feitor, Mestiça foge com Mascate, qua há anos rondava a fazenda tentando conquistá-la. A escrava ainda arma uma trama para incriminá-lo no roubo de um cofre dos donos da fazenda. Tarde demais, Mestiça descobre as verdadeiras intenções do feitor, que não somente é um defensor os oprimidos, como a ama e deseja casar com ela. Trazida de volta à fazenda, Mestiça é posta no tronco e cruelmente castigada. Uma carta revela a verdadeira identidade de Mestiça.

Elenco

Sônia Braga …. Mestiça
Áurea Campos
Arduino Colasanti …. Feitor
Antônio Pitanga …. Amâncio
Henricão
Pacheco, Airton Silva (Tico-Tico)
Silva, Maria Helena R. da (Rosinha)
Chagas, Walmor (Gonçalves)
Brah, Lola (Maria)
Queiróz, Emiliano (Mascate)
Mehler, Miriam (Mimosa)
Sérgio, Lino (Tinoco)
Duval, Liana (Branca)
Hingst, Sérgio (Augusto)
Almeida, Fernando de
Camargo, Letacio
Costa, Jurandir
Costa, Henrique Felipe da (Pai João)
Cross, Elizabeth
Watusa
Silva, Elizabeth
Guimarães, Regina

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Mestiça, a Escrava Indomável (1974) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Lenita Perroy
Continuidade: Oliveira, Maria Inez de; Liremberg, Claudia Batista
Roteiro: Gilda de Abreu
Adaptação: Lenita Perroy
Estória Baseada no romance de Gilda de Abreu
Produção: Camargo, Letacio Soares; Jean Pierre Manzon e Jakoska, Toni
Co-produção: Renoldi, Sylvio
Direção de produção: Lenita Perroy
Produtor associado: Renoldi, Sylvio
Direção de fotografia: Oliveira, Oswaldo de
Fotografia de cena: Silva, Hercules Barbosa
Eletricista: Souza, Antonio
Maquinista: Ravagnoli, Antonio Francisco
Auxiliar de maquinista: Souza, Luiz A. de
Direção de som: Peres, Julio
Montagem: Renoldi, Sylvio
Figurinos: Lenita Perroy
Cenografia: Lenita Perroy
Maquiagem: Lenita Perroy
Penteados: Lenita Perroy
Trilha musical: Pinto, Arnaldo Ribeiro
Companhias Produtoras: Olho Fotografia e Cinematografia Ltda. | Cinedistri Ltda.

Dados adicionais de música
Música de: Villa-Lobos, Heitor;

Música de: Powell, Baden

Bibliografia

Links de Referência

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
Guia de Filmes, 49/50/51
Brasil Cinema, 1973

Fontes consultadas:
ACPJ/II
HBH/QCRCB
CB/Documentação Diversa, D1151
Press-release

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.