fbpx

Meu nome é Lampião (1969)

O bando de Lampião assalta uma fazenda no momento em que está sendo preparado o casamento de Antônio Saraiva e a afilhada da Baronesa. No tiroteio, morre Ezequiel, irmão de Lampião, e este, por vingança, queima viva a Baronesa e manda currar a noiva. Ao chegar na fazenda, Antônio descobre tudo e promete seguir os passos do bando até o inferno. Os cangaceiros continuam com suas atrocidades, assaltando, matando, saqueando, até que um pai de santo roga uma praga sobre Lampião. A praga se transforma na figura vingadora de Antônio, que adquire um poder sobrenatural. Encontra-se com Lampião durante a festa de aniversário de Maria Bonita e entre os dois trava-se um duelo de vida ou morte.

Elenco

Milton Ribeiro …. Lampião
Rejane Medeiros …. Maria Bonita
Milton Rodrigues …. Antonio Saraiva
Tomassini, Rogério (Corisco)
Brillanti, Dinorah
Lóis, Dilma
Arena, Rodolfo
José Marinho
Paula, Catulo de
Fátima, Marly de
Carnera, Antônio
Silva, Adalberto
Copacabana, Paulo
Viola, César
Tony Jr.
Oliver, Valda
Dorneli, Iolanda
Neves, Célia
Mafra, José
Santos, Gabriel dos
Wilson Jr.
Lopes, José
Siqueira, Nely
Vigo, Zuleide
Leal, Dita Côrte
Souza, Francisco de
Oliveira, Sebastião de
Alves, Ulises
Gracco, Maurício
Gonçalves, Antônio
Silva, Sebastião da
Evangelista, Walfrido

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Meu nome é Lampião (1969) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Mozael Silveira
Co-direção: Mellinger, F. M. L.
Roteiro: Mozael, Silveira; Gonzaga, Geraldo
Produção: Roberto Farias, Reginaldo Faria e Riva Farias
Direção de fotografia: Medeiros, José
Direção de som: Vianna, Aloisio; Fonseca, Joaquim
Montagem: Valverde, Rafael Justo
Arranjos musicais: Peixe, Guerra; Cipó; Thomas, Peter
Música: Valle, João do; Paula, Catulo de
Empresa Produtora: Ipanema Filmes
Companhia Produtora: Produções Cinematográficas R. F. Farias
Companhia Distribuidora: Ipanema Filmes

Bibliografia

Fontes utilizadas:
Guia de Filmes, 25

Fontes consultadas:
ACPJ/II
ALSN/DFB-LM

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Meu nome é Lampião. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/meu-nome-e-lampiao/

Observações:
ACPJ/II informa a cenografia de Regis Monteiro e canções de Getulio de Paula.
F.M.L. Mellinger é o nome abreviado de Fritz Meldy Lucien Mellinger.
O gênero do filme foi apontado por ALSN/DFB-LM.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “Meu nome é Lampião (1969)

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.