fbpx

Miguel Falabella

Biografia

Miguel Falabella de Sousa Aguiar é um ator, cineasta, dramaturgo, diretor e produtor teatral, roteirista de cinema e tv, escritor, apresentador de tv e dublador brasileiro nascido na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro, no dia 10 de outubro de 1957.

A idéia de ser um astro sempre rondou o destino de Miguel Falabella. Quando criança assistia os filmes da Gaumont no Cine Itamar. Ainda pequeno, quando morava na Ilha do Governador, assistiu ao musical Hello, Dolly, estrelado por Bibi Ferreira, e se encantou pelo mundo da dramaturgia. Aos 15 anos, ele tingiu seus cabelos de loiro e começou a circular entre os taxistas na Ilha do Governador, bairro onde nasceu, fingindo ser estrangeiro. Naquela época, já fazia curso de teatro no Colégio Andrews, onde estudava. Três anos mais tarde, deu um jeito de conciliar a Faculdade de Letras, na UFRJ, com o curso de teatro no Tablado. Surge dos grupos de jovens em 1975, quando inicia sua carreira, no teatro infantil sob orientação de Maria Clara Machado.

Ator de Teatro, cedo se interessa em escrever textos e dirigir, tendo estreado na direção em 1984, na peça Emily, com Beatriz Segall encabeçando o elenco e já com enorme sucesso de crítica e público. Em 1979, funda, com Maria Padilha e Paulo Reis, o grupo teatral Pessoal do Despertar.

Estreou na televisão em 1982, no programa Caso Verdade, no episódio Jam e Jim, onde dava vida ao personagem título. Logo depois, participou de sua primeira novela, Sol de Verão, de Manoel Carlos, como o médico Romeu.

Conquistou o sucesso em 1986, ao interpretar Miro, no remake da novela Selva de Pedra, de Janete Clair. Estreou como apresentador de televisão no programa Vídeo Show em agosto de 1987, alcançou grande popularidade apresentando o programa durante 15 anos, saindo em 2002. O sucesso foi tanto, que Miguel permaneceu a frente do programa até 2002, quando foi substituído por André Marques, no mês de janeiro. Como ator, participa de várias novelas e minisséries como Sol de Verão (1982), sua primeira novela, Selva de Pedra (1986), a minissérie As Noivas de Copacabana (1992), A Viagem (1994), Cara & Coroa (1996) e Agora é que São Elas (2003).

No teatro, ganha muitos prêmios no teatro como o Prêmio Molière e Prêmio Mambembe, por Emily (1984); o Prêmio Molière por A Partilha (1991); o Prêmio Shell por South American Way (2002) e Prêmio Qualidade Brasil por Godspell (2003).

Em agosto de 1999, deu uma entrevista para a Revista IstoÉ, na qual teria dado a entender que sua orientação não é heterossexual: diante de uma pergunta da repórter Valéria Propato sobre pessoas famosas que se assumiam homossexuais, ele respondeu que não a deixaria entrar em sua vida pessoal. E na mesma entrevista, Miguel disse achar desnecessário que homossexuais se assumam ao público.

É um artista bastante ativo no teatro e na televisão. Nos palcos, além de musicais nacionais, costuma trazer a Broadway para o Brasil. Atuou no grande sucesso Loiro, Alto, Solteiro, Procura e escreveu também A Partilha, peça que ganhou versão para o cinema (com direção de Daniel Filho). Na televisão, dentre muitos trabalhos, representou Caco Antíbes no programa humorístico Sai de Baixo, ao lado de Tom Cavalcanti, Luis Gustavo, Marisa Orth, Araci Balabanian e Cláudia Jimenez participa do maior sucesso da Rede Globo nos últimos anos.

Sua ligação com a poesia e a escrita é forte. Participou de alguns CDs de poesia, e escreveu alguns livros. Foi também autor de várias crônicas publicadas em jornais e revistas, sua coleção mais famosa delas era intitulada Coração Urbano.

Em 2008, estreia, ao lado de Marisa Orth, Adriana Esteves e grande elenco, no humorístico Toma Lá, Dá Cá, também na Globo, como o ex-surfista Mário Jorge, programa do qual assinava o roteiro, ao lado da amiga Maria Carmem Barbosa. A série foi cancelada em dezembro de 2009, as razões para o término das mesmas segundo o próprio Miguel Falabella, foram dele, que disse Acho bom sair no auge. A série também deve virar filme.

Com tradução e direção dele, está em cartaz o musical Hairspray. Seu projeto mais recente foi o seriado A Vida Alheia, sem platéia e gravado em externas. Segundo Miguel, o objetivo do programa em si não é de ser uma atração de humor, mas sim uma retratação da dura vida dos paparazzi, os repórteres fotográficos das chamadas revistas de fofocas. Como autor, escreveu várias novelas para a TV Globo, como Salsa & Merengue (1996) e A Lua me Disse (2005).

Estreia no cinema em 1981 no filme Mulher Sensual. Faz outros mais como A Dama do Cine Shangai (1988) e Beijo 2348-72 (1992), embora não seja essa sua prioridade artística. Em 2002, dubla a voz do gato Snowbell no filme Stuart Little (2000) e Stuart Little 2 (2002).

Filmografia

:: Filmografia como Ator ::

2019 :: Sai de Baixo – O Filme
2008 :: Cleópatra …. Júlio César
2004 :: Redentor …. Otávio Sabóia
2003 :: Garrincha, a Estrela Solitária
2001 :: A Partilha
1999 :: Zoando na TV …. Rodolfo Augusto
1990 :: Beijo 2348/72 …. Zeca
1987 :: A Dama do Cine Shanghai …. Lana
1986 :: Vento sul
1985 :: O Beijo da Mulher-Aranha (Kiss of the Spider Woman) …. Tenente (Brasil/EUA)
1984 :: Sole Nudo (Itália/Brasil)
1982 :: O Sonho Não Acabou …. Silveirinha
1981 :: A Mulher Sensual (Novela das Oito)

:: Filmografia como Dublador ::

2002 :: O Pequeno Stuart Little 2 …. Snowbell
2001 :: Rugrats em Paris
1999 :: O Pequeno Stuart Little …. Snowbell
1996 :: Coração de Dragão …. Draco

:: Filmografia como Roteirista ::

2019 :: Veneza (Em Produção)
2019 :: Sai de Baixo – O Filme
2008 :: Polaróides Urbanas
2001 :: A Partilha

:: Filmografia como Diretor ::

2019 :: Veneza (Em Produção)
2008 :: Polaróides Urbanas

Publicações

FALABELLA, Miguel. Vivendo em voz alta. Rio de Janeiro: Lua de Papel, 2011.

Bibliografia

Fontes de Referência

Livros:

ALMEIDA, Paulo Sérgio; OLIVEIRA, José Maria de. (org.). Quem é Quem no Cinema. Rio de Janeiro: Iluminuras, 2003.

Internet:

FILMEB. http://www.filmeb.com.br/ – Filme B – Brasil
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Miguel Falabella.
ISTOÉ GENTE. http://www.terra.com.br/istoegente/edicoes/473/artigo103206-1.htm
MIGUEL FALABELLA – SITE OFICIAL. http://www.miguelfalabella.com.br/
WIKIPEDIA. http://pt.wikipedia.org/wiki/Miguel_Falabella

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados