fbpx

Na Primavera da Vida (1926)

Sinopse

Na pequena vila de São João, divisa de estados. O vigia fiscal sempre ocultou à sua filha, que é de uma beleza e jovialidade encantadoras, suas íntimas amarguras. Estas resultam de uma misteriosa diminuição de rendas no Posto, provocada pela atuação inteligente de uma quadrilha de contrabandistas chefiada por um elegante ardiloso, mas covarde. Está também em São João um engenheiro a serviço do Estado. Há entre ele e a filha do vigia uma simpatia mútua. Coisas da mocidade… Aparece depois… o amor, que é a base em que repousa tudo e é a causa e a alma da existência… Mas nada na vida corre sem tropeços. O elegante tem também suas pretensões amorosas. Não é correspondido. Surge o ciúme e depois o ódio. Ele procura então eliminar seu rival. Mas, como é natural, o amor sempre vence… e depois de atrapalhações e dissabores, vemo-lo coroado…

Elenco

Nil, Eva (Margarida)
Mauro, Bruno (Dr. Passos)
Alves, Otavio (Coronel Sousa, vigia fiscal)
Ceribelli, Otavio Cesar (Delegado)
Ciodaro, Paschoal (Português Manoel)
Werneck, Álvaro (Taverneiro)
Valente, Antonio (Médico Dr. Zico)
Youness, Stephanio Georges (Contrabandista)
Barbosa, José Augusto Monteiro (Bandido)
Silva, Francisco (Bêbado)
Pacheco (Guia matuto)
Ruffo, Julio
Sereno, Alberto
Soares, Ivo

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Na Primavera da Vida (1926) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Reinaldo Mazzei
Argumento: Humberto Mauro
Roteiro: Humberto Mauro
Produção: Domingues, Homero Cortes; Barros, Agenor Cortes de
Fotografia: Comello, Pedro
Letreiros: Rezende, Enrique de
Companhia(s) produtora(s): Phebo Sul América Filmes

Locação: Cataguases

Bibliografia

Fontes utilizadas:
PESG/HMCC
MRG/MGEF
Cinearte

Fontes consultadas:
AV/HM
ACPJ/I
MAM/78
CS/FCB
Embrafilme/CMHM
MAM/Retrospectiva Humberto Mauro
CEPA/CBCP, citando O Dia, 18.09.1930, Curitiba

Livros:

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Na Primavera da Vida (1926). Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/

Observações:
“6 atos”.
Reinaldo Mazzei é o pseudônimo de . Eva Nil é o pseudônimo de Eva Comello; filha de Pedro Comello. Bruno Mauro é pseudônimo de Francisco Mauro.
ACPJ/I divide a companhia produtora em Sul América Filmes e Febo Filmes; ao elenco acrescenta Humberto Mauro; Lola Lys; Máximo Serrano; Nita Ney; Rosendo Franco; Luis Soroa e Pedro Fantol.
Cinearte de 12.10.1927, inclui no elenco Ben Nil. A mesma fonte, a 14.12.1927, informa que uma alteração da companhia produtora se efetuou em 20.11 deste ano, passando a chamar-se Phebo Brasil Filme.
Embrafilme/CMHB indica no elenco Bastos Estephanio e informa que é o pseudônimo de Stephanio Georges Youness.
MAM/Humberto Mauro informa que a produção é de Homero Cortes Dominngues e Pedro Comello.
Fotografias: Cinearte, 17 e 31.03.1926; 02.03 e 26.10.1927.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.