fbpx

Não me condenes antes que me explique (1998)

Uma aventura vivida por Mário de Andrade no carnaval carioca de 1923. Ficção a partir de cartas do escritor paulista ao poeta Manuel Bandeira. Fala de sua surpresa ao vivenciar, no carnaval carioca, emoções novas, que transformam sua vida.

Elenco

Tuca Andrada

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Não me condenes antes que me explique (1998) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Cristina Leal
Roteiro: Cristina Leal
Estória Inspirada na correspondência de Mario de Andrade e Manuel Bandeira
Assistência de direção: Moema Müller, Samanta Ribeiro e Raimundo Bandeira de Mello
Continuidade: Márcia Bessa
Produção: Marco Antônio Lopez e Marta Passos
Produção executiva: Hilton Kauffmann e Vinícius Leal
Direção de produção: Marta Passos e Marcos Lopez
Assistência de produção: Clarissa Leal, Frederico Campos, Ieda Rozenfeld e Luciana Gandelman
Produção de locação: Izabel Martinez
Direção de Fotografia: Jacques Cheuiche e Antonio Luiz Mendes
Câmera: Jacques Cheuiche e Antonio Luiz Mendes
Assistência de câmera: Marcela Burceau, Araquém, Juarez Pavelak e João Gabriel Mendes
Fotografia de cena: Raimundo Bandeira de Mello
Trucagens: Movedoll Ronald Palatnik
Eletricista: Alan Paulo
Maquinista: Teco
Transcrição óptica: Álamo
Direção de Arte: Dóris Rollemberg e Mauro Leite
Cenografia: Doris Rolemberg
Assistência de cenografia: Alessandra Cadoré e Renato Silva
Maquiagem: Beth Fairbanks
Figurinos: Mauro Leite
Assistência de figurino: Angela Guaraná
Som Direto: Paulo Pestana
Montagem: Virgínia Flores
Montagem de som: Paulo Pestana
Trilha sonora: João Batista
Companhia Produtora: Comtexto Produções

Brasil | Ficção | cor | 17 min. | 35mm | 1998 | RJ

Canção
Título: Cidade Maravilhosa;
Intérprete: Veloso, Caetano;

Título: Ensaio Geral;
Intérprete: Sérgio, Nilo;

Título: Marcha de Carnaval;
Intérprete: Perrone, Luciano e Sérgio, Nilo;

Título: Marcha de Rancho;
Intérprete: Perrone, Luciano;

Título: Sonhos;
Intérprete: Carrilho, Altamiro e Poyares, Carlos

Título: Zé Pereira;
Conjunto e banda: Banda Canecão RCA;

Título: Abre Alas;
Conjunto e banda: Banda Canecão RCA;

Título: Pé de Anjo;
Conjunto e banda: Banda Canecão RCA;

Título: Zizinha;
Conjunto e banda: Banda Canecão RCA;

Título: Ai, Seu Mé;
Conjunto e banda: Banda Canecão RCA;

Título: Já te Digo;
Conjunto e banda: Banda Canecão RCA;

Título: Bico de Chaleira;
Conjunto e banda: Banda Canecão RCA;

Título: Filomena
Conjunto e banda: Banda Canecão RCA

Identidades/elenco:
Andrada, Tuca (Mário de Andrade)
Participação especial:
Moroni, Breno
Varvaki, Helena
Adrião, Julio

Bibliografia

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
FICMSP/9
FGR/26
Curtagora/site
MinC/CMB
Jornal da Tarde, 20.12.1997
Jornada/25

Fontes consultadas:
Jornada/25 anos

Livros:

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Não me condenes antes que me explique. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/nao-me-condenes-antes-que-me-explique/

Observações:

Inspirado na correspondência de Mário de Andrade e Manuel Bandeira de 1923, Rio de Janeiro.
Incentivado pela Lei 1940/92.
MinC/CMB indica: produção Hilton Kauffmann e Vinicius Leal.
Material examinado aponta Marcela Burceau como 1ª assistente de câmera e Araquém como 2º; Moema Müller como assistente de direção e Samanta Ribeiro como 2ª. Aponta também, Antonio Luiz Mendes como câmera da 2ª fase e Juarez Pavelak como 1º assistente de câmera e João Gabriel Mendes como 2º, e ainda Raimundo Bandeira de Mello como assistente de direção da 2ª fase.
Esta obra foi incluída no projeto 914BRZ4013 da SAv – Unesco, que promoveu o levantamento de filmes fomentados pela Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.