fbpx

Neusa Maria Faro

Neusa Maria Faro é uma atriz e dubladora brasileira nascida em Sorocaba (SP) no dia 18 de fevereiro de 1945.

Aos dezenove anos abandonou a ideia de ser pianista e resolveu ser atriz. Mudou-se para São Paulo para estudar pela Escola de Arte Dramática (EAD) da USP. Inicialmente, dedica-se somente ao teatro.

Em 1989, foi descoberta pelos curtametragistas e atuou em quatro películas entre 1989 e 1993, sendo sua estreia em 1989, em Quase Tudo.

Em 1996, fez sua primeira novela, Irmã Catarina, pela rede CNT. Transferiu-se para o SBT a por lá atuou em Direito de Nascer (1997) e Chiquititas Brasil (1997). Em 1998, atuou em Torre de Babel pela TV Globo. Novamente pelo SBT, participou de Amor e Ódio (2001) e A Pequena Travessa (2002). De volta à Globo, em 2005, interpretou a Divina em Alma Gêmea (2005), depois a Teodora em O Profeta (2007) e a Mercedes em Caras & Bocas (2009).

Em 2006, fez seu primeiro longa-metragem, Canta Maria, direção de Francisco Ramalho Jr..

Em 2007, encenou a peça Às Favas com os Escrúpulos, ao lado de Juca de Oliveira, Bibi Ferreira e Adriane Galisteu, sob a direção de Jô Soares.

Como dubladora, Neusa Maria Faro dividiu a voz com personagens clássicos do desenho animado: Kilmaza, do Jaspion, vários personagens no Changeman e Apple, em Zillion.

Filmografia

2021 :: Nas Mãos de Quem me Leva
2018 :: O Segredo de Davi
2011 :: Família Vende Tudo
2006 :: Cinco Mentiras (CM)
2006 :: Canta Maria
1993 :: Helena (CM) (voz)
1990 :: A Idade da Razão (CM)
1990 :: A Inútil Morte de S.Lira (CM)
1989 :: Quase Tudo (CM)

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Neusa Maria Faro. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/neusa-maria-faro/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.