fbpx

Ninfas Diabólicas (1978)

Sinopse

Rodrigo é um bem comportado senhor de família. Porém, numa viagem à Caraguatatuba, duas estudantes que lhe pedem carona na estrada acabam por seduzí-lo. Numa praia deserta, uma mata a outra e Rodrigo foge com a assassina. Mas, no interior do carro, a estudante que supostamente estaria morta os ataca, provocando um acidente que mata Rodrigo. Estranhamente, as duas estudantes se recompõem e se dirigem à estrada para pedir uma carona.

Elenco

Müller, Aldine (Ursula)
Hingst, Sérgio (Rodrigo)
Egrei, Selma
Ewerton de Castro
Tanaka, Misaki (Moça da carona)
Scalvi, Patrícia (Circe)
Doo, Joseph Kang (Segunda vítima)
Piacentini, André (Menino)
Carolina, Georgia (Menina)
Commisso, Alessandro (Rapaz do atropelamento)
Viana, Luiz Carlos (Atropelado)
Iwakiri, Paulo (Dono da barraca)
Rizzo, José Inocente

Participação especial:
Leiner, Dorothy (Esposa de Rodrigo)

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Ninfas Diabólicas (1978) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: John Doo
Argumento: Ody Fraga e John Doo
Roteiro: Ody Fraga e John Doo
Assistência de direção: Iwakiri, Paulo; Tu, Eliana Moreno
Continuidade: Commisso, Alessandro
Produção: John Doo
Produção executiva: Ávila, Heron D’
Assistência de produção: Rizzo, José Inocente; Costa, Isaias
Gerente de produção: Henrique, Diógenes
Direção de fotografia: Candeias, Ozualdo
Câmera: Candeias, Ozualdo
Assistência de câmera: Fonseca, Amauri
Animação: Andrade, Victor de; Tomosada, Shigueru
Eletricista: Viana, Luiz Carlos
Técnico de som: Oliveira, Benedito de
Assistente de som: Santos, Carlos dos; Santos, Eduardo dos
Montagem: Barro, Máximo
Assistente de montagem: Gozzi, José
Letreiros: Avanzo, Odair D’
Consultoria de cor: Pizzo, Jurandir
Títulos de apresentação: Andrade, Victor de Oliveira; Tomosada, Shigeru
Contra-regra/acessórios de cenografia: Gaiotti, Heitor
Maquiagem: Freire, Shirley de Castro
Trilha musical: Duprat, Rogério
Companhia(s) produtora(s): Presença Filmes Produções Cinematográficas
Companhia(s) distribuidora(s): Program Filmes Ltda.; Cinedistri
Financimento/patrocínio: Banco Antonio de Queirós S.A.

Bibliografia

Livros:

BALADI, Mauro. Dicionário de Cinema Brasileiro: filmes de longa-metragem produzidos entre 1909 e 2012. São Paulo: Martins Fortes, 2013.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Ninfas Diabólicas (1978). Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/ninfas-diabolicas/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “Ninfas Diabólicas (1978)

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.