fbpx

O Cego Que Gritava Luz (1996)

Sinopse

Às margens do lago Paranoá, em Brasília, um contador de histórias entretém todos os dias os frequentadores de um bar com suas narrativas. Mas uma delas, ele reluta em levar até o fim: a do assassinato de duas meninas, que teve como única tetemunha um rapaz cego, que tateou o rosto de um dos assassinos.

O filme recebeu diversos prêmios, entre os quais: Festival de Brasília – Prêmio da Câmara Legislativa do Distrito Federal 1996 – Melhor Filme, Melhor Ator (Tonico Pereira) / Festival Sesc dos Melhores Filmes de 1996 – DF: Melhor Ator (Tonico Pereira).

Elenco

Tonico Pereira …. Dimas/Pedro
Roberto Bomtempo …. Lourival
Carmem Moretzsohn …. Consuelo
Murilo Grossi …. Gustavo
Batista, Luiz Guilherme
Matos, Renato
Ribondi, Alexandre
Reis, Guilherme
Augusto, Romulo
Veloso, Guilherme
Carlos, Caco Tom
Rolemberg, Tereza
Rovira, Henrique
Tenenblat, Nitza
Lacerda, Pedro

Apresentando:
Cardell, Clarice (Helena)
Moreira, Laura Alves (Dina)
Schenini, Rafael (Zico)
Luciano Porto …. Olavo

Batichoti, Juçara
Pascale, Julia
Teixeira, Kakau
Kojak
Porto, Lucas Staveland
Arcinethe, Marcelo
Weber, Marcos
Padilha, Mariana
Braga, Max
Hummel, Paulo Roman
Miranda, Ruy
Tavares, Eduardo José
Suindara, Eduardo
Vieira, Einstein
Teixeira, Elizete
Mello, Fernanda Souza
Marahuel, Iran
Porto, João Timotheo
Souza, José Maria Santos
Galvão, Bidô
Menezes, Carlos J. Machado
Minakawa, Cesar
Sant’Anna, Chico
Amaral, Cibele
Gomes, Daniel
Lacerda, Daviwton
Cabral, Eduardo
Lima, Andrea
Araújo, André Luiz Mendes
Martins, Antenor
Rosa, Alao
Silva, Adelmo Rodrigues daSiri
Siri
Zobar, Tânia
Mesquita, Afonso Ligorio
Andrade Jr.
Machado, Anderson
Ottoni, Tenisson Ottoni de Siqueira
Padilha, Teresa
Guimarães, Tulio
Maia, Verônica
Marinho, Wilson
Moraes, Wilson de
Grossi, Murilo

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de O Cego Que Gritava Luz (1996) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: João Batista de Andrade
Argumento: João Batista de Andrade
Roteiro: João Batista de Andrade
Produção: Hernandez, Assunção; Tenenblat, Niltza; Daltro, Claudia; Abritta, Poliana; Andrade, Adriana
Direção de produção: Pires, Roberto
Produção executiva: Hernandes, Assunção
Assistência de produção: Schenini, Carmen
Assistência de direção: Boublie, Liloye
Continuidade: Veiga, Betania Victor
Direção de fotografia: Monclar, Jorge
Câmera: Monclar, Jorge
Assistência de câmera: Benigno, André; Cunha, André Luiz; Lavenère, Andre
Fotografia de cena: Ptetrillo, Mila
Trucagens: Fade in; Böhm, Rudi
Eletricista: Fritsch, Roque; Pinelli, Ricardo
Assistente de eletrecista: Veiga, Adilson
Maquinista: Fernandes, Lauro; Baiano, Carlos
Direção de som: Dagoberto, Juarez
Engenharia de som: Guedes, Carlos
Som direto: Dagoberto, Juarez
Mixagem: Sasso, José Luiz
Assistente de som: Costa, Paulo da
Montagem: Amaral, Cristina
Assistente de montagem: Mariz, Joana; Barbosa, Fabiana
Montagem de som: Mendes, Eduardo Santos
Direção de arte: Andrade, Vinícius
Figurinos: Rocha, Eurico
Cenografia: Rocha, Eurico
Letreiros: Pacheco, Antonio; Fade in; Böhm, Rudi
Cabelereiro: Pacheco, Antônio
Maquiagem: Pacheco, Antônio
Produção de figurinos: Azevedo, Gil
Música original: Andrade, Fernando
Trilha musical: Andrade, Fernando
Empresa de figuração: Preto, Antonio
Motorista: Maninho; Augusto, Marcos
Companhia(s) produtora(s): Raíz Produções Cinematográficas Ltda.
Companhia(s) co-produtora(s): Riofilme – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro; Secretaria Municipal de Cultura; Solutions Produção e Comunicações Ltda.
Companhia(s) distribuidora(s): Riofilme

Financimento/patrocínio: Telebrasília; SAB; Goiasil; Confiança; Bom Motivo; Quanta; CPCE-UNB; Águas Indaiá; Planalto Veículos; Madeiral; Vasp; BRB; Banespa; Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo; Secretaria para o Desenvolvimento do Audiovisual; GDF-SCE – Pólo de Cinema e Vídeo do Distrito Federal

Dados adicionais de música
Título da música: Luz de Brasília
Música de: Andrade, João Batista de e Andrade, Fernando
Intérprete(s): Ozzetti, Ná
Instrumentista: Baconao, Pepe (piano); Santos, Zérró (baixo); Ferraz, Tuto (bateria) e Alcântara, Victor (saxofone)

Locação: Brasília

Bibliografia

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
FBR/29
Press-release
Jornal do Brasil, 10.10.1995
Catálogo Riofilme
CB/BASE DOC
Riofilme/site

Livros:

BALADI, Mauro. Dicionário de Cinema Brasileiro: filmes de longa-metragem produzidos entre 1909 e 2012. São Paulo: Martins Fortes, 2013.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/o-cego-que-gritava-luz/

Fontes consultadas:
JLS/site, acessado em 22.06.2007

Observações:
O filme participou da Mostra Rio 1996; do 29º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, 1996, Brasília – DF e foi exibido no Festival de Palm Springs.
Filme inteiramente rodado na cidade de Brasília – Patrimônio cultural da humanidade.
Catálogo Riofilme informa que o filme possui 73 minutos de duração.
Este filme foi finalizado em co-patrocínio com a Secretaria Municipal de cultura de São Paulo.
Apoio institucional da Prefeitura do Município de São Paulo – Lei 10923/90.
Nos créditos do filme consta direção de som direto de Dagoberto, Juarez.
(c) Copyrights: Raiz Produções Cinematográficas Ltda.O CEGO QUE GRITAVA LUZ – 1996.
Exibido no Espaço Unibanco de Cinema.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “O Cego Que Gritava Luz (1996)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.