fbpx

O Chamado de Deus (2000)

Sinopse

Seis jovens vocacionados revelam como se decidiram pela vida religiosa. Três deles hoje são seminaristas da Igreja Católica e se preparam para se tornar padres em breve, espalhando a fé cristã junto a população. Já os demais seguiram também a linha da religiosidade, mas atuam mais próximo à Teologia da Libertação, que prega que é preciso se inserir na realidade dos fiéis para ajudar a concretizar seus anseios e ideais.

Filme de José Joffily.

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de O Chamado de Deus (2000) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: José Joffily
Roteiro: José Joffily
Empresa Produtora: Coevos Filmes
Produção: José Joffily
Produção Executiva: Roberta Cantarino
Direção Fotografia: Nonato Estrela, Marcelo Duarte, Luis Abramo, Guy Gonçalves, Antonio Luis Mendes
Montagem: Eduardo Escorel
Técnico de Som Direto: Antonio Muricy, Gabriela Cunha, Heron Alencar, José Louzeiro, Luis Aragão, Silvio Da-Rin
Edição Som: Virgínia Flores e Fernando Ariani
Mixagem: José Luis Sasso
Musica: David Tygel

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

0 comentário em “O Chamado de Deus (2000)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.