fbpx

O colírio do Corman me deixou doido demais (2020)

Sinopse

Durante 10 anos, Ivan Cardoso deixou de lado as filmagens para trabalhar diretamente na película 35mm, em um filme feito à mão, quadro a quadro, riscando, desenhando, furando, interferindo, manchando, e até apagando a imagem com água sanitária. Desenvolveu assim várias técnicas e formas próprias de fazer tudo que os manuais de cinema dizem que não pode ser feito.

Elenco

Ivan Cardoso …. Ele Mesmo/Narração
Roger Corman
Gurcius Gewdner
…. Narração
José Mojica Marins
Hélio Oiticica
Glauber Rocha
Neusinha Brizola

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de O colírio do Corman me deixou doido demais (2020) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Ivan Cardoso
Roteiro: Ivan Cardoso e Gurcius Gewdner
Produção: Ivan Cardoso e Gurcius Gewdner
Diretor de Fotografia: Pablo Pablo
Direção de Arte: Ivan Cardoso
Animação: Ivan Cardoso
Montagem: Gurcius Gewdner
Edição de Som: Gurcius Gewdner
Direção de Som: Gurcius Gewdner
Trilha Sonora: Julio Medaglia
Empresa Produtora: Topázio Filmes

Brasil | cor | 18 min. | 2020

Bibliografia

Livros:

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. O colírio do Corman me deixou doido demais. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/o-colirio-do-corman-me-deixou-doido-demais/
KINOFORUM. O colírio do Corman me deixou doido demais. Disponível no endereço: https://2020.kinoforum.org/filme/335482/o-colirio-do-corman-me-deixou-doido-demais

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Um comentário em “O colírio do Corman me deixou doido demais (2020)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.