fbpx

O Mandarim (1995)

Sinopse

POSTER O MandarimNo Rio de Janeiro, compositores de gerações contemporâneas interpretam metalingüisticamente papéis de sambistas de gerações passadas, numa digressão atemporal sobre a trajetória do cantor Mário Reis pelas situações mais adversas do cotidiano da cidade. Ele encontra Sinhô no Hotel Copacabana Palace. Ele canta na rádio. Uma cigana lê sua mão e diz que conhecerá uma mulher. Anda de lancha pela baía de Guanabara com Carmem Miranda, depois encontra Villa-Lobos num parque. Mais tarde na piscina do Copacabana Palace conhece uma mulher casada que acaba recusando os flertes do cantor. Conhece uma médica estudiosa do prazer e da filosofia. Eles têm um caso e depois vão dar um passeio no parque com Noel Rosa e uma mulher. Ele também encontra Tom Jobim que mostra um chorinho composto por ele e Noel. Na sacada de um casarão conhece Caetano Veloso que diz ser indicado por Lamartine Babo e ter composto uma canção com Sinhô. Ele visita uma festa no Copacabana Palace e mostra suas canções para a elite carioca. Dois médicos o avisam que ele corre risco de vida e que necessita de uma cirurgia. Ele pede licença e canta uma última canção. Mário pendura as chuteiras.

Elenco

Fernando Eiras …. Mário Reis
Giulia Gam
Arantes, Daniela
Abdala, Catarina
Drica Moraes
Costinha
Villaboim, Paschoal
Rodrigues, Guará
Rebello, João
Tande Bressane
Noa Bressane
Oliveira, Mariozinho de
Tamborindeguy, Narcisa
Saladini, Mario
Medeiros, Carmita
Cardoso, Ivan
Mattos, Sharon
Grumbach, Cristina

Atores Convidados:
Renata Sorah …. Cigana que pratica quiromancia

Participação especial:
Costa, Gal (Carmen Miranda)
Gil, Gilberto (Sinhô)
Rabello, Raphael (Heitor Villa-Lobos)
Santos, Rubens
Buarque, Chico (Noel Rosa)
Lobo, Edu (Tom Jobim)
Veloso, Caetano
Velho, Dr. Fernando Adolpho
Moraes, Dr. Francisco Rodrigues

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de O Mandarim que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Julio Bressane
Roteiro: Julio Bressane
Assistência de direção: Dias, Rosa; Bressane, Tande
Produção: Julio Bressane
Direção de produção: Couto, Raquel
Produção executiva: Maradei, Cássio
Produtor associado: Trindade, Diler; Cardoso, Ivan
Assistência de produção: Lara, Leonardo; Jazzini, Deborah; Blaud, Clêmie; Menconi, Darlene
Equipe de produção: Couto, Raquel; Carneiro, Roberto; Gonçalves, Antonio Carlos
Contabilidade: Canutti, Eliana; Iazzeti, Patrícia; Canutti, Fernanda; Affini, Letícia Passos
Direção de Fotografia: Ribeiro, José Tadeu
Assistência de fotografia: Gjuru, Marcelo; Ramalho, Gu
Eletricista: Souza, Paulo Roberto; Freitas, Helio; Oliveira, Rondinelle
Técnico de som: Muricy, Toninho
Som direto: Muricy, Toninho
Trilha sonora: Julio Bressane
Montagem: Santeiro, Gilberto
Assistente de montagem: Milhomens, Ana Lucia; Leon, Remier; Bressane, Tande
Direção de Arte: Granja, Roberto
Figurinos: Buarque, Luciana
Créditos: Egea, Flávio; Hein, Tatjana; Virtual Computação Gráfica
Maquiagem: Buarque, Luciana
Música original: Tragtenberg, Lívio
Companhia(s) produtora(s): Movie Track; Sagres

Dados adicionais de música
Título da música: Choro
Música de: Villa-Lobos
Instrumentista: Rabello, Raphael

Canção
Título: Carinhos do vovô;
Autor da canção: Sinhô;
Intérprete: Reis, Mário;

Título: Do que vale a nota sem o carinho dsa mulheres;
Autor da canção: Sinhô;
Intérprete: Reis, Mário;

Título: Deus nos livre do castigo das mulheres;
Autor da canção: Sinhô;
Intérprete: Reis, Mário;

Título: Jura;
Autor da canção: Sinhô;
Intérprete: Reis, Mário;

Título: Já é demais;
Autor da canção: Sinhô;
Intérprete: Reis, Mário;

Título: Cansei;
Autor da canção: Sinhô;
Intérprete: Reis, Mário;

Título: Carga de burro;
Autor da canção: Sinhô;
Intérprete: Reis, Mário;

Título: Alô, alô;
Autor da canção: André Filho;
Intérprete: Miranda, Carmem e Reis, Mário;

Título: É preciso discutir;
Autor da canção: Rosa, Noel;
Intérprete: Alves, Chico e Reis, Mário;

Título: Novo amor;
Autor da canção: Silva, Ismael;
Intérprete: Reis, Mário;

Título: Retratinho de você;
Autor da canção: Rosa, Noel e Babo, Lamartine;
Intérprete: Reis, Mário;

Título: Sol nasceu para todos, O;
Autor da canção: Babo, Lamartine;
Intérprete: Reis, Mário;

Título: Tua vida é um segredo;
Autor da canção: Babo, Lamartine;
Intérprete: Reis, Mário;

Título: Juju e balagandãs;
Autor da canção: Babo, Lamartine;
Intérprete: Reis, Mário;

Título: Quem ama não esquece;
Autor da canção: Reis, Mário;
Intérprete: Reis, Mário;

Título: Mentira;
Autor da canção: Rosa, Noel;
Intérprete: Reis, Mário;

Título: Gosto que me enrosco;
Autor da canção: Sinhô;
Intérprete: Gil, Gilberto;

Título: Sabiá;
Autor da canção: Sinhô;
Intérprete: Gil, Gilberto;

Título: Camisa listrada;
Autor da canção: Valente, Assis;
Intérprete: Costa, Gal;

Título: Morena dos olhos d’água;
Autor da canção: Buarque, Chico;
Intérprete: Costa, Gal;

Título: Promessa;
Autor da canção: Rodrigues, Lupiscínio e Santos, Rubens;
Intérprete: Santos, Rubens;

Título: Filosofia;
Autor da canção: Rosa, Noel;
Intérprete: Buarque, Chico;

Título: Provei;
Autor da canção: Rosa, Noel;
Intérprete: Buarque, Chico;

Título: Hino da marata;
Autor da canção: Siqueira;
Intérprete: Buarque, Chico;

Título: Choro bandido;
Autor da canção: Lobo, Edu e Buarque, Chico;
Intérprete: Lobo, Edu;

Título: Tempo;
Autor da canção: Veloso, Caetano;
Intérprete: Veloso, Caetano;

Título: Alguém cantando;
Autor da canção: Veloso, Caetano;
Intérprete: Veloso, Caetano;

Título: Minha mulher
Autor da canção: Veloso, Caetano
Intérprete: Veloso, Caetano

Prêmios

1995 :: Melhor fotografia no 28. Festival de Cinema de Brasília – DF.
1995 :: Melhor montagem no 28. Festival de Cinema de Brasília – DF.
1995 :: Melhor ator para Eiras, Fernando; no 28. Festival de Cinema de Brasília – DF.
1995 :: Prêmio Alex Viany no 28. Festival de Cinema de Brasília – DF.
1995 :: Prêmio da Crítica no 28. Festival de Cinema de Brasília – DF.

Bibliografia

Fontes de Referência

Livros:

Internet:

http://www.cinemateca.org.br/ – Cinemateca Brasileira – Brasil

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
Video Home Jornal, junho de 1996
FBR/28
Press-release
BMC/CB 94-98
FBR/30ACF
Jornal da Tarde, 06.01.1995, p. 1A
Jornal do Brasil, 23.01.1995; 11.09.1995
Folha de S. Paulo, 06.11.1995, Ilustrada, p. 4
Fontes consultadas:
Folha de S. Paulo, 21.02.1995 e 23.02.1995
ALSN/DFB-LM

Observações:
Jornal da Tarde de 06.01.1995 cita que “as filmagens serão iniciadas em fevereiro.”
Jornal do Brasil de 23.01.1995 informa a participação no elenco de interpretando uma mistura de e .
Folha de São Paulo de 21.02.1995 informa que “interpretará” .
BMC/CB 94-98 aponta: duração 98 minutos.
FBR/28 menciona a importância documental histórica do filme: “é a última aparição do violonista Raphael Rabello e do ator cômico Costinha, ambos falecidos este ano.” Essa mesma fonte aponta a duração de 88 minutos.
é .
Os letreiros do filme após indicarem o laboratório de imagem Líder, grafam: , . Não há indicações das canções.
Exibido em São Paulo a partir de 10.11.1995, no Espaço Banco Nacional de Cinema.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “O Mandarim (1995)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.