fbpx

O Samba é meu Dom (2017)

Trailer

Sinopse

Entre 2009 e 2012, a equipe de Cristiano Abud acompanhou o sambista Wilson das Neves (1963-2017). O resultado é este documentário, que retoma a trajetória do músico, considerado o maior baterista de samba do século 20. À frente do palco, revelou-se como sambista de classe e foi reconhecido nacional e internacionalmente. Além do depoimento do próprio Wilson, o filme conta com entrevistas de artistas como Chico Buarque, Elza Soares, Paulo César Pinheiro e Aluisio Machado.

Elenco

Wilson das Neves
Chico Buarque
Elza Soares, Paulo César Pinheiro
Aluisio Machado

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de O Samba é meu Dom (2017) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Cristiano Abud
Roteiro: Cristiano Abud e Felipe Hutter
Produção: Cristiano Abud, Alexandre Segundo e Guilherme Fiuza Zenha
Direção de Fotografia: Alexandre Baxter
Montagem: Felipe Hutter
Empresa Produtora: Abuzza Filmes
Distribuição: Abuzza Filmes

Brasil | Documentário | 93 min. | cor | Digital | 2017

Bibliografia

Livros:

Internet:

43ª MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA DE SÃO PAULO. O Samba é meu Dom. Disponível no endereço: http://43.mostra.org/br/filme/9672-O-SAMBA-E-MEU-DOM
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. O Samba é meu Dom. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/o-samba-e-meu-dom/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.