fbpx

O Último Virgem (2015)

POSTER O Ultimo VirgemUm grupo de estudantes, festas, encontros e desencontros e muitos hormônios. Esses são os principais pilares de O Último Virgem, a mais nova comédia nacional que teve suas gravações na linda cidade do Rio de Janeiro.

Na história, Dudu, um adolescente tímido (e virgem), interpreta de maneira errada um convite feito pela sua professora. A trama se desenrola ao longo de um dia, no qual o jovem, no último ano do ensino médio, passa pelas mais variadas situações para perder a virgindade, com o objetivo de fazer bonito na sua noite de sexo com a professora. Pelo menos, é o que ele acha que vai acontecer.

Explorando esta temática no Brasil, o filme faz uma releitura das comédias sexuais americanas, como Sex Drive, Superbad, Se Beber, Não Case e um pouco mais antigas, como Porky’s e A Última Festa de Solteiro. Para os produtores do filme, a ideia é fazer uma versão nacional desses sucessos, mostrando o universo adolescente sem pudores, com tudo o que ronda seu cotidiano: masturbação, palavrões, festas, brincadeiras, paixões e fantasias sexuais.

O elenco central é jovem e quase todo estreante em cinema. Guilherme Prates foi protagonista de Malhação e participou da primeira fase da novela Em Família. Bia Arantes também protagonizou a novela teen da Globo e das telenovelas Cama de Gato e Sangue Bom. Os amigos de Dudu são vivido por Éverlley Santos, Christian Villegas e Lipy Adler. Pelo time das meninas: Gabi Lopes, Amanda de Godoi e Camila Mayrink. E, no elenco veterano, estão Fiorella Mattheis, Werner Schünemann, Marco Antônio Gimenez; e as Panicats Renata Molinaro, Carol Dias e Nicole Bahls. O ator André Ramiro (do filme Tropa de Elite) vive um cafetão.

Com um orçamento de aproximadamente um milhão de reais, as filmagens de O Último Virgem foram iniciadas em abril de 2014, em locações do Rio de Janeiro, tais como: praias, o estádio de São Januário (do Vasco da Gama) e Vila Mimosa (tradicional zona do meretrício carioca). O longa marca a estreia de Rilson Baco e Felipe Bretas na direção. Entrou em circuito comercial nacional no dia 1º dezembro de 2016. Entrou no catálogo da Netflix Brasil em 2021.

Guilherme Prates …. Dudu
Lipy Adler …. Escova
Éverlley Santos …. Borges
Christian Villegas …. Gonzo
Bia Arantes …. Julia
Gabi Lopes …. Bia
Amanda de Godoi …. Joana
Camila Mayrink …. Cacau
Fiorella Mattheis …. Profa. Débora
Werner Schünemann
André Ramiro
Marco Antônio Gimenez
Lizandra Souto
Renata Molinaro
Márcio Kieling
Carol Dias
Nicole Bahls
Fani Pacheco
Letícia Wiermann

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de O Último Virgem (2015) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Rilson Baco e Felipe Bretas
Roteiro: Felipe Adler e L.G. Bayão
Produção: Rilson Baco, Felipe Bretas, Andre Blak e Felipe Adler
Produção Executiva: Andre Blak
Direção de Fotografia: Julia Equi
Diretor de Arte: Fernanda Teixeira
Figurinista: Luiza Fardin
Montador: José Rubens Hirsch
Som: Toninho Muricy
Empresas Produtoras: Patota Produções | Kliky Comunicação | Multiphocus Arte & Comunicação
Empresa Coprodutora: Downtown Filmes | Telecine | Paramount
Empresa Distribuição: Downtown Filmes | Paris Filmes

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]