fbpx

O Viúvo Alegre (1961)

O conde Danilo, um boa vida, fica viúvo na noite de núpcias, da maior acionista do Banco Real de Momóvia, a condessa Pompéia. Por gastar exageradamente a herança, o rei Anatolief manda uma representação diplomática ao Rio de Janeiro para convencê-lo a ser mais parcimonioso enquanto o visconde Cascata e o tenente Rataplan planejam uma trama diabólica contra o herdeiro que, a esta altura, promove um grande baile em sua mansão durante o carnaval. O rei, que detestava violência, aceita o golpe contra Danilo. A partir deste momento, a trama aumenta as situações confusas e hilariantes.

Elenco

Zé Trindade …. Príncipe Danilo Secundino de Oliveira
Jaime Costa …. Embaixador Nikolaiev
Íris Bruzzi …. Embaixatriz Nilolaiev
Renato Restier …. General Kramov
Carlos Tovar …. Visconde Cascata
Costinha …. Anastacius
Madame Lou …. Condessa Pompéia
Wilson Grey …. Capitão Gregorius
Joel Vaz …. Tenente Rataplan
Arlindo Costa …. Constantino
Francisco Dantas …. Ministro Slovitchine
César Viola …. Rei Anatolief
Zé Bacurau …. Pitchnieff
César Guimarães …. Ronaldo
Telma Elita …. Ana Maria
Paulo Rodrigues …. Dr. Hugo
Farneto …. Maître
Milton Vilar …. Dinamitador
Mário Petraglia …. Leopold
Edson Campos …. Clément
Suzy Montel …. Fru-Fru
Maria Cristina …. Margô
Brigitte Blair …. Zazá
Léa de Almeida …. Lolô
Edna Wanderley …. Juju
Anamaria Kitty
Mary Doll

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de O Viúvo Alegre (1961) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Victor Lima
Argumento: Victor Lima
Roteiro: Victor Lima
Estória Baseada na opereta Viúva alegre, de Franz Lehar.
Assistência de direção: Billy Davis
Coreografia: Nogueira, Elba
Produção: Herbert Richers
Produtor associado: Zonari, Arnaldo e Victor Lima
Assistência de produção: França, Tony
Gerente de produção: Silva, José
Direção de fotografia: Amleto Daissé
Câmera: José Rosa
Assistência de câmera: Vicente, José
Chefe eletricista: Alves, Osvaldo
Direção de som: Ribeiro, Nelson; Tavares, José
Montagem: Valverde, Rafael Justo
Assistente de montagem: Erita, Lucia; Justo, Jaime
Cenografia: Victor Lima
Carpinteiro: Eckart Netto, Antonio
Contra-regra/acessórios de cenografia: Silva, Vinicius
Decoração: Nascimento, Admir
Montagem de cenário: Horvat, Alexandre
Maquiagem: Juarez, Oscar; Castelli, Pedro
Música: Zé Trindade
Direção musical: D’Arco, Jean
Música original: Lehar, Franz
Companhia Produtora: Produções Cinematográficas Herbert Richers S.A.
Companhia Distribuidora: Distribuidora de Filmes Sino Ltda.

Brasil | Comédia | 35mm | BP | 102 min. | 2.800m | 24q | Eastman | 1:1’37 | 1961

Canção
Título: Fome é nossa, A;
Autor da canção: Silvino Neto;
Intérprete: Silvino Neto;

Título: Tá pegando fogo;
Autor da canção: Roy, José e Almeida, Henrique de;
Intérprete: Almeida, Joel de;

Título: Fim do mundo;
Autor da canção: Batista, Wilson; Castro, Jorge e Utrini, José;
Intérprete: Goulart, Jorge;

Título: Segura o ximango;
Autor da canção: Ganos, Gânio e Araújo, Renato;
Intérprete: Lane, Virgínia;

Título: De apito na boca;
Autor da canção: Latini, Murilo e Reis, Bidu;
Intérprete: Fonseca, Ademilde;

Título: Minha marcação;
Autor da canção: Silva, Uzias da; Pandeiro, Jackson do e Cavalcanti, Algentino;
Intérprete: Pandeiro, Jackson do e Almira;

Título: Saudade da saudade, A;
Autor da canção: Silvino Neto e Silva, Osias da;
Intérprete: Dircinha Batista;

Título: Negócio é bite-bite, O;
Autor da canção: Gomes, Júlio Monteiro e Gomes, Sebastião;
Intérprete: Garcia, Ivete;

Título: Nero e a mulata;
Autor da canção: França, Luiz de;
Intérprete: Melo, João;

Título: Você não emplaca 61;
Autor da canção: Castro, Nelson de e Matos, Alvaro;

Título: Olhar de jacaré;
Autor da canção: Zé Trindade e Marques, Carlos;
Intérprete: Zé Trindade;

Título: Chegou a hora;
Autor da canção: Rodrigues, Sebastião e Guimarães, Fausto;
Intérprete: Leoni, Anilza;

Título: Velha bossa nova
Autor da canção: Ferreira, Homero; Ferreira, Ivan e Ferreira, Renato
Intérprete: Moacyr Franco

Bibliografia

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
FCB/FF
CENS/I
CENS/II
SA/EMP
Certificado de Censura Federal

Fontes consultadas:
ACPJ/I
ALSN/DFB-LM

Livros:

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. O Viúvo Alegre. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/o-viuvo-alegre/
WIKIPEDIA. O Viúvo Alegre. http://pt.wikipedia.org/wiki/

Observações:
Anunciado como uma paródia da Viúva alegre, estrelada por Maurice Chevalier e Jeannette MacDonald.
ACPJ/I acrescenta na ficha técnica: distribuição da Fama Filmes; José M. Frade em sonografia; compositores: Haroldo Lobo e Henrique Batista; no elenco, Paulete Silva; inclui a canção Viúvo alegre; chama o compositor Carlos Marques, de César Marques e inclui como intérpretes Blackout e César de Alencar.
Suzy Montel, Cristina Maia, Brigitte Blair, Anamaria Kitty, Léa de Almeida e Mary Doll trabalharam como as Garotas do Maxim’s.
ALSN/DFB-LM inclui Raimundo Higino como assistente de produção.
Nenhuma das fontes inclui Jorge Veiga como intérprete, como o faz SA/EMP. Essa fonte também credita a música O negócio é bite-bite para René Bittencourt, Sebastião Gomes e Júlio Leiloeiro.
CB/FIBRA indica: Jackson do Pandeiro; Ademilde Fonseca e João Melo artistas exclusivos dos discos Phillips.
CENS/I indica: censurado em 04.12.1961, trailer em 16mm, 60m e em 12.01.196, trailer em 35mm, com 150m.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.