fbpx

Órfãs da Rainha (Em Produção)

Sinopse

Leonor, Brites e Mécia são criadas como católicas, sob a proteção da Rainha de Portugal, após a morte dos pais na fogueira da Inquisição. No final do século XVI, a Rainha envia as três irmãs para a colônia brasileira com a ordem de se casarem.

Elas tentam se adaptar à diversidade e precariedade do Novo Mundo, ignorando a própria origem cristã-nova. Leonor pede a intervenção da Rainha, mas a ajuda não chega. Nesse processo, a princípio tão desolador, elas acabam desenvolvendo relações amorosas inesperadas e profundas. Leonor se apaixona por Escobar e com ele tem filhos, Brites tenta conquistar o marido violento e Mécia, que permanece solteira devido a uma deficiência física, se encanta com um índio.

O frágil equilíbrio é rompido quando o Inquisidor chega ao Brasil espalhando terror e desconfiança entre os habitantes da colônia. As três irmãs são denunciadas por seus hábitos domésticos, impregnados de indícios da religião judaica. Elas acabam sendo julgadas junto com outros acusados de heresia, homossexualidade, feitiçaria, bigamia e blasfêmia. Leonor, Brites e Mécia permanecem unidas diante de traições entre familiares, vizinhos, amigos. Mas o sentimento de fraternidade é colocado à prova diante da ameaça de punições severas. Afonso Lobo se excede nas suas funções inquisitoriais.

Diante da ameaça do Santo Ofício e da descoberta da origem judaica cada uma das irmãs reage de forma diferente, mas igualmente dramática.

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Órfãs da Rainha que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Elza Cataldo
Roteiro: Elza Cataldo, Pilar Fazito e Newton Cannito
Produção: Elza Cataldo
Produção executiva: Jenifer Rithelle
Assistente de produção: Luiz Navarro
Direção de produção: Babi Piva
Produtora de elenco: Samantha Oliveira
Direção de fotografia: Pedro Farkas
Direção de Arte: Moacyr Gramacho
Assistente de direção de arte: Erick Saboya
Cenógrafo: Luís Parras
Produtora de objeto: Renata Marquês
Trilha sonora: David Tygel
Figurinista: Beth Filipecki
Figurinista assistente: Sayonara Lopes
Cenotécnica: Daniel Sotero
Platô: Hugo Drumond
Som direto: Gustavo Campos
Assistente produção de objeto: Raquel Costa
Registro fotográfico do processo de criação: Jonathas Marques Abrantes
Empresa Produtora: Persona Filmes

Bibliografia

Livros:

Internet:

ALMEIDA, Fabiane. Cataguases: A força do audiovisual na Zona da Mata. In: TRIBUNA DE MINAS. Disponível no endereço: https://tribunademinas.com.br/noticias/cultura/01-07-2019/cataguases-a-forca-do-audiovisual-na-zona-da-mata.html. Acesso em: 02 de julho de 2019.
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Órfãs da Rainha. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/orfas-da-rainha/
PERSONA FILMES. Órfãs da Rainha. Disponível no endereço: http://www.personafilmes.com.br/personafilmes/as-orfas-da-rainha/
POLO AUDIOVISUAL DA ZONA DA MATA. ‘As Órfãs da Rainha’: Filme de época no Polo audiovisual. Disponível no endereço: http://www.poloaudiovisual.org.br/as-orfas-da-rainha-filme-de-epoca-no-polo-audiovisual/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.