fbpx

Os Advogados contra a Ditadura: por uma questão de Justiça (2014)

Filme

Sinopse

POSTER Os advogados contra a ditaduraCom a instauração da ditadura militar através de um golpe das Forças Armadas do Brasil, no período entre 1964 e 1985, o papel dos advogados na defesa dos direitos e garantias dos cidadãos foi fundamental no confronto com a repressão, ameaças e todo tipo de restrições. Os Advogados contra a Ditadura propõe uma profunda reflexão sobra a época em questão, relembrando, através de depoimentos e registros de arquivos, a relevante e ativa participação dos advogados contra as imposições do autoritarismo e na luta pela liberdade.

Dirigido por Silvio Tendler, o filme faz parte do Projeto Marcas da Memória da Comissão de Anistia.

Com esse filme, homenageio os advogados que permaneceram por todos esses anos lutando por justiça e liberdade. Esse é propósito do filme Os Advogados contra a Ditadura: Por uma questão de Justiça, do cineasta Silvio Tendler. O filme foi lançado em 2014 no futuro Memorial da Luta Pela Justiça, em São Paulo, com exibição em seguida.

Tendler é conhecido como o “cineasta dos vencidos” ou “o cineasta dos sonhos interrompidos” devido aos filmes que rodou contando a trajetória de João Goulart, Juscelino Kubitschek e Carlos Marighella. Além deste longa, Silvio Tendler preparou o material que deu origem a uma série com mesmo nome e temática, que já está no ar pela TV Brasil. A série traz um relato das memórias de homens e mulheres fundamentais na luta contra as violações cometidos pelo Estado: os advogados que atuaram na defesa de presos políticos.

O lançamento fez parte do evento 50 anos depois: os advogados da resistência, promovido pela seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil e que também terá o lançamento do livro Advocacia em Tempos Difíceis, de Paula Spieler e Rafael Mafei Rabelo Queiroz. O livro foi patrocinado pelo projeto Marcas da Memória, da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça.

Escrevendo para o Blog Direito e Sociedade, do O Estado de S. Paulo, Rafael Queiroz explica que a obra traz entrevistas com advogados que atuaram na defesa de presos políticos entre 1964-1985. Segundo ele, o objetivo foi investigar a relação dos advogados com as estruturas legais do regime, mesmo em um contexto onde as ilegalidades eram frequentes.

Em meio às torturas e mortes no período de 1964 e 1985, com a instauração da ditadura militar através um golpe das Forças Armadas brasileiras, o papel dos advogados na busca de Justiça e na defesa dos direitos e garantias dos cidadãos confrontava-se com a repressão, ameaças e restrições de liberdades. O filme resgatará essa parte esquecida da história do Brasil, valorizando a profunda relevância dos advogados na luta pela Liberdade contra as imposições do autoritarismo.

O futuro Memorial da Luta Pela Justiça é localizado na Avenida Brigadeiro Luis Antônio, 1249 – Bela Vista. No prédio que vai abrigar o memorial funcionava a 2ª Auditoria Militar, onde os presos políticos foram interrogados e julgados. Por lá passaram Lula e Dilma Rousseff, por exemplo. O local foi concedido pela União à OAB-SP para construir o memorial, mas ainda não há data para a sua inauguração.

Advogados contra a Ditadura foi exibida na TV Brasil (TV aberta e pública) em formato de uma série em cinco episódios. Estreou no dia 24 de Março de 2014 na grade de programação, distribuidos da seguinte maneira:.

Episódio 1 – O Golpe contra a Democracia

Este episódio narra os primeiros dias do golpe civil-militar e como eles foram vivenciados pelos advogados que viriam a atuar na defesa dos presos políticos:

• conflito da Cinelândia
• a resistência armada que não houve
• a prisão dos advogados de esquerda
• a resistência dos estudantes
• o Caio Martins, primeiro estádio-prisão da América Latina
• o Golpe em Pernambuco e suas consequências para os camponeses
• como a Ditadura aplica um verniz democrático, mantendo estruturas do Poder Judiciário

Episódio 2 – Advogados entram em cena

Episódio que narra a atuação dos advogados, as diversas formas de ação com que se envolveram na luta contra o arbítrio e suas reflexões sobre o momento histórico:

• As Leis de Segurança e o recrudescimento da repressão
• a legitimidade da Luta Armada e o posicionamento dos advogados perante os limites da advocacia
• a defesa como estratégia de denúncia das torturas
• o fim do Habeas Corpus
• estratégias de defesa
• a inclemência da tortura institucionalizada
• o risco e a coragem da atuação do advogado

Episódio 3 – A Ditadura contra-ataca

Com o crescente incômodo causado pela atuação dos advogados, eles passam a ser alvo da repressão do regime. Este episódio se divide em dois blocos: o sistema repressivo e sua atuação contra os advogados:

• Desenvolvimento do sistema repressivo da Ditadura
• A tortura e sua sofisticação
• A cumplicidade do Poder Judiciário com a tortura
• O sequestro e a tortura de advogados
• Atentados contra advogados
• A coragem como fundamento da ação do advogado contra o Terror

Episódio 4 – Tristeza e alegria, as duas faces da advocacia política

As histórias tristes e engraçadas em torno da atuação dos advogados durante a Ditadura:

• A defesa técnica e a defesa política
• A relação do advogado com seus clientes
• As estratégias do Tribunal do Júri
• Histórias pitorescas e engraçadas
• Histórias trágicas envolvendo advogados e seus clientes
• Os mortos e os desaparecidos
• A Casa da Morte

Episódio 5 – O a luta e o fim da Ditadura

Os últimos anos da Ditadura e a luta pela democracia:

• Luta pela anistia
• Novembrada
• Atentado a bomba na sede da OAB
• Situação dos advogados de trabalhadores rurais durante a Ditadura
• A construção do projeto Brasil Nunca Mais
• A atuação humanista e heroica dos advogados na época da Ditadura
• O Ciclo se fecha. O passado se encontra com o presente. Com vistas a um futuro em que a democracia seja menos autoritária e mais igualitária.

Elenco

Aline de Luna …. Narração
Eduardo Tornaghi …. Narração
Michelle Raja Gebara …. Narração

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Os Advogados contra a Ditadura: por uma questão de Justiça (2014) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Silvio Tendler
Roteiro: Silvio Tendler
Argumento: Angeluccia Habert, Fernando Sá e Silvio Tendler
Diretor Assistente: Luis Carlos de Alencar
Produção Executiva: Ana Rosa Tendler
Assistente de Direção: Vladimir Seixas
2o. Assistente de Direção: Laura Cantal
Produção: Maycon Almeida
Edição: Elder Barbosa e André Markwald
Direção de Fotografia: Lúcio Kodato
Direção de Arte e Videografismo: Renato Vilarouca e Rico Vilarouca
Fotografia Adicional: Cleumo Segond, Xeno Veloso e Vladimir Seixas
Técnicos de Som: Aloísio Compasso, Fernando Basso, Francisco Craesmeyer, Gabriela Damasceno, Henrique Ligeiro, Leonardo Gomes, Phelipe Joannes, Rafael Alves Ribeiro, Rodrigo Manta, Vitor Kruter
Assistente de Produção: Aline Santos, Carolina Calcavecchia, Pablo Markwald
Trilha Sonora: Vinicius Junqueira, Henrique Peters
Edição de Som e Mixagem: Jesse Marmo, Vinicius Leal
Edição de Efeitos: Cauê Leal
Assistente de Edição de Som: Guilherme Farkas
Correção de Cor: Anuar Marmo, Herbert Marmo
Edição Online: Renzo Machado
Coordenação de Finalização: Vladimir Seixas
Assistente de Videografismo: Thiago Sacramento
Tratamento de Imagem: Adão Santana, Pedro Sarmento
Câmera Adicional: Maycon Almeida, Pablo Markwald
Financeiro: Darlene Santos
Auxiliar de Escritório: Felipe Netto
Auxiliar de Pesquisa: João Couto
Pesquisa: Alessandra Schimite, Carla Siqueira, Lilia Diniz, Vladimir Sacchetta
Assistente de Pesquisa: Clóvis Gorgônio, Laura Cantal, Maycon Almeida
Consultoria: Cecília Coimbra, Eny Moreira, Modesto da Silveira, Fernando Sá, Wadih Damous, Vladimir Sacchetta
Música “Calabouço” gentilmente cedida por: Sérgio Ricardo

Banco de Imagens: Acervo Caliban, Agência O Globo, Jornal do Brasil, Movimento de Justiça e Direitos Humanos, Fundação Darcy Ribeiro, Acervo: Memor-UERJ-FPP, Acervo Fundação Joaquim Nabuco, Arquivo Público do Estado de São Paulo, Acervo Arquivo Nacional, Acervo Documentos Reveladas, Folhapress, Acervo Iconografia, Apesp/Fundo UH, Apesp/Fundo DEOPS, Hemeroteca Digital Brasileira / Biblioteca Nacional, Cedem UNESP, Acervo Digital Veja, Acervo Estadão, Acervo BNM Digital, Acervos Particulares dos Entrevistados, CPDOC JB, Acervo Sergio Giovanella, Acervo Lucio Giovanella, Acervo Alcyr Cavalcanti.

Agradecimento Especial:
Paulo Abrão, Bruno Scharfstein, Marcus Vinicius Cordeiro, Marcello Oliveira, Miguel Pereira Neto, Sigmaringa Seixas, Ricardo Flores.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.