fbpx

Os Machões (1972)

Sinopse

Didi, Teleco e Chuca vivem de armações para ganhar dinheiro e mulheres. Denise encontra Chuca e o convida para um passeio. Chuca passa no bar onde seus amigos estão e Denise acaba convidando todos para seu apartamento. Lá, descobrem que a moça é um homem, Dênis, vestido de mulher. Dênis trabalha num salão de beleza atendendo belas mulheres e madames ricas. Os amigos se interessam e começam a ter aulas de comportamento feminino para agirem como gays e poderem trabalhar no salão. Eles fazem um teste com Danúbio, dono do salão, e são aprovados. No trabalho, saem-se muito bem exercendo diversas funções e aproveitam para conhecer todas mulheres e madames que freqüentam o local. Didi recusa um convite de Dênis para trabalhar num desfile e posteriormente abrir um salão. Teleco reclama de Danúbio e consegue aproveitar seu trabalho de massagista para seduzir mulheres casadas. Chuca sai com Dulce e Didi apaixona-se por Ana, filha de uma das madames que freqüenta o recinto. Chuca tenta seduzir Dulce mas não consegue, pois ela reluta em acreditar que ele é realmente homem. Teleco, o massagista, se diverte com as mulheres e ainda ganha dinheiro. Didi briga com um dos amigos de Ana. Dênis provoca Chuca, que, irritado, tenta afirmar sua masculinidade implorando para que Dulce acredite que ele não é gay. Teleco, bem de vida, passa a negar trabalho e convites e agora escolhe quem irá atender. Chuca não consegue nada com Dulce, e isso o leva ao desespero. Didi e Ana conversam e ela foge. Ele parte atrás dela e a alcança. Os dois transam em um bosque.Teleco invade um desfile de Danúbio e no meio da confusão é baleado. Dênis e Chuca organizam uma festa onde Chuca conhece uma bela loira. No dia seguinte, após uma noite de amor e sexo, Chuca não consegue esconder a felicidade.

Filme de Reginaldo Faria.

Elenco

Reginaldo Faria …. Didi
Erasmo Carlos …. Teleco
Flávio Migliaccio …. Chuca
Amaral, Neuza (mãe)
Benvenutti, Mário (Danúbio)
Godoy, Valentina (Dulce)
Barros, Carlos Alberto de Souza
Cadaval, Sílvia
Arruda, Susy
Pietro Mario
Plá, Pichim
Jardim, Danton
Yaari, Schulamith
Stein, Iara
Cirino, Nazaré
Maia, Arthur
Célia, Regina
Marques, Thaís
Apolonio
Triler, Renato

Apresentando:
Hathay, Márcio (Denis/Denise)
Hansen, Kate

Participação especial:
Scher, Tânia(Ana)

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Os Machões (1972) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Reginaldo Faria
Argumento: Reginaldo Faria
Roteiro: Pedroso, Bráulio e Reginaldo Faria
Assistência de direção: Ribeiro, Emiliano
Continuidade: Achcar Jr., Ragi
Produção: Ribeiro, Roberto Gomes
Co-produção: Ribeiro, Roberto Gomes
Direção de produção: Nabuco, Mauricio
Equipe de produção: Menezes, Wilmar; Schlomer, Joni Natorf; Escalero, José Carlos
Direção de fotografia: Medeiros, José
Câmera: Medeiros, José
Assistência de câmera: Muratori, Vitalino
Fotografia de cena: Rosário, Armando
Chefe eletricista: Medeiros, Rui
Assistente de eletrecista: Gomes, Eduardo
Maquinista: Moreira, José
Direção de som: José, Geraldo
Técnico de som: Vianna, Alberto; Tavares, José
Assistente de som: Roberto, Paulo
Sonoplastia: José, Geraldo
Montagem: Valverde, Rafael Justo
Assistente de montagem: Sarmento, Antonio
Guarda-roupa: Fernandes, Cristina
Cenografia: Tovar, Cláudio; Tovar, Cláudio
Carpinteiro: Nunes, Ricardo; Godinho, Manoel; Dias, Gilson
Decoração: Ney, José
Maquiagem: Almeida, Walter de
Costureira: Nunes, Lurdes
Penteados: Carlinhos I; Wilson
Vestuário: Tovar, Cláudio
Música: Carlos, Roberto; Carlos, Erasmo; Moraes, Chico de
Companhia(s) produtora(s): Produções Cinematográficas R.F. Farias
Companhia(s) distribuidora(s): Ipanema Filmes

Brasil | Comédia | 35mm, COR, 96min, 2.470m, 24q, Eastmancolor | 1972

Dados adicionais de música
Título da música: Mundo cão
Música de: Carlos, Roberto e Carlos, Erasmo

Regente Maestro: Moraes, Chico de

Prêmios

Prêmio Governador do Estado de São Paulo, 1972, SP, de Melhor Ator para Carlos, Erasmo..
Prêmio Coruja de Ouro, 1972, do INC – Instituto Nacional de Cinema de Melhor Ator Secundário para Carlos, Erasmo..
Troféu Carlitos no Prêmio da APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte, 1972, de Melhor Ator Secundário para Carlos, Erasmo.

Bibliografia

Fontes de Referência

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
CB/FIBRA
Guia de Filmes, 40
Brasil Cinema, 1972
FICB/1

Fontes consultadas:
ACPJ/II

Internet:
http://www.cinemateca.org.br/ – Cinemateca Brasileira – Brasil

Observações:
Originalmente o filme foi lançado com o título de As Bonecas.
Guia de Filmes indica a censura para menores de 18 anos e informa que o filme estreou no Rio de Janeiro a 14 de agosto e em São Paulo a 30 de outubro. Informa, também, em som.
ACPJ/II aponta o assistente de direção ; maquilagem ; penteados ; figurinos da ; vestuário da ; orquestração de e acrescenta no elenco: ; e Maria do Rocio.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “Os Machões (1972)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.