fbpx

Os sete gatinhos (1980)

Sinopse

POSTER Os sete gatinhosSeu Noronha, morador do Grajaú, tradicional bairro da Zona Norte carioca é continuo da Câmara dos Deputados, onde serve cafezinho aos parlamentares. Aracy, sua esposa, a quem chama de Gorda, vive na mais completa solidão. O casal tem cinco filhas, quatro das quais prostitutas. Seu Noronha faz vista grossa para o comportamento de Débora, Arlete, Aurora e Hilda, desde que todas contribuam para o enxoval da caçula. Silene com quinze anos, interna num colégio de rígida disciplina, é um símbolo de pureza, mantida fora do ambiente familiar e preservada para o casamento. Um dia ela é expulsa da escola por ter matado uma gata prenha. Noronha não acredita na versão dada pelo diretor. Mais tarde após muita discussão, a família descobre que Silene está grávida. Noronha abandona a Câmara e transforma o lar num bordel, achando que as filhas ganhariam mais trabalhando em casa. Desmoralizado, o chefe de família torna-se presença incômoda no bordel, e é assassinado pela mulher e filhas.

Os Sete Gatinhos é um filme brasileiro de 1980, do gênero comédia, dirigido por Neville D’Almeida e com roteiro baseado na obra de Nelson Rodrigues.

O filme e o livro contam a história da família Noronha e, em especial, de Silene. Ela é a caçula das cinco filhas de Aracy e Seu Noronha. Seu Noronha, um contínuo da Câmara de Deputados, mora no Grajaú com a mulher, D. Aracy, e suas filhas Aurora, Hilda, Débora, Arlete e Silene, de apenas 16 anos. Esta, a caçula, é a mais mimada de todas e, por ser a única “pura”, tem o direito a uma boa educação em um colégio interno. Mas logo a vida deles toma um rumo diferente, quando a garota é acusada, no colégio, de matar a pauladas uma gata grávida. A família Noronha parece tão normal quanto qualquer outra, mas, por trás das aparências, esconde segredos inconfessáveis. As quatro filhas mais velhas se prostituem para garantir a castidade e a boa educação de Silene. A partir do incidente ocorrido na escola, descobre-se a jovem não é pura como todos pensam.

Elenco

Lima Duarte …. Noronha
Telma Reston …. Aracy (Gorda)
Antônio Fagundes …. Bibelô
Ana Maria Magalhães …. Aurora
Sura Berditchevsky …. Hilda
Sônia Dias …. Deborah
Ary Fontoura …. Dr. Portela
Cláudio Corrêa e Castro …. Dr. Bordalo
Sady Cabral …. Seu Saul
Guará Rodrigues …. Dr. Barbosa Coutinho
Luiz Fernando Guimarães …. Carlão (Rapaz na loja de discos)
Sandro Solviatti …. motorista de táxi
Telma Reston …. Aracy
Mustapha Agoumi Barat
Sandro Solviate Siqueira
Rizzo
Simone Malaguti
Patrícia Young

Apresentando:
Regina Casé …. Arlete

Atores Convidados:
Cristina Aché …. Silene
Maurício do Valle …. Deputado

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Os sete gatinhos (1980) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Neville D’Almeida
Argumento: Rodrigues, Nelson
Roteiro: Neville D’Almeida
Co-roteirista: Loureiro, Gilberto
Diálogos: Rodrigues, Nelson
Adaptação: Neville D’Almeida
Estória Baseada na peça homônima de Nelson Rodrigues
Diretor assistente: Almeida, Paulo Sérgio; Monteiro, Liége
Continuidade: Monteiro, Juliana
Assistência de continuidade: Aché, Mara; Barreto, Saraca
Produção: Loureiro, Gilberto
Direção de produção: Loureiro, Gilberto
Produção executiva: Chevalier, Scarlet Moon
Produtor associado: Nelson Rodrigues
Assistência de produção: Schilke, Walter; Machado, Eduardo; Leandro, Flávio; Baptista, Paulo Roberto; Rocha, Orlando Martins da
Direção de fotografia: Santos, Edson
Câmera: Santos, Edson
Assistência de câmera: Schwartz, Jaime; Elias, César Antônio; Ribeiro, Tadeu
Fotografia de cena: Cardoso, Ivan; Valentim, Andreas
Chefe eletricista: Galvão, Risomar
Eletricista: Telles, Haroldo Silva; Costa, Danilson Souza
Maquinista: Estevão, Moacir
Técnico de som: Castro, Bira; Alencar, Silvia; Leite, Roberto Mello
Mixagem: Leite, Roberto Mello
Efeitos especiais de som: José, Geraldo
Trilha sonora: Cor do Som; Santos, Lulu
Som guia: Castro, Bira; Alencar, Silvia
Montagem: Cury, Marco Antônio
Assistente de montagem: Alvim, Marília Rezende
Montagem de som: Dada, Severino
Figurinos: Sette, Maurício
Cenografia: Flaksman, Marcos
Letreiros: Salles, José Joaquim de
Assistencia de cenografia: Castro, Bia Oliveira
Responsável por construções: Magalhães, René
Maquiagem: Monteiro, Jacques Jordão
Assistência de figurino: Achê, Mara; Barreto, Saraca
Música original: Carlos, Roberto; Carlos, Erasmo
Contabilidade: Valença, Marco Antonio
Motorista: Gilmar; Luizinho; Bravo; Antônio
Companhia(s) produtora(s): Terra Filmes Ltda.
Companhia(s) co-produtora(s): Cineville Produções Cinematográficas; Embrafilme – Empresa Brasileira de Filmes S.A.
Companhia(s) distribuidora(s): Embrafilme – Empresa Brasileira de Filmes S.A.
Financimento/patrocínio: Embrafilme – Empresa Brasileira de Filmes S.A.

Dados adicionais de música
Título da música: Sete gatinhos, Os;

Título da música: Primeira vez, A;

Título da música: Cavalgada;

Título da música: Quebra nozes, O;
Música de: Tchaikovski, Piotr Ilitch

Título da música: Cor do Som, A
Intérprete(s): Santos, Lulu dos
Instrumentista: Santos, Lulu dos; Dadi;Armandinho; Ary, Mu e Gustavo

Locação: Rio de Janeiro – RJ; Jacarépaguá

Prêmios

Melhor atriz coadjuvante para Reston, Thelma no Festival de Gramado, 8, 1980, RS.
Produção

Bibliografia

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
CB/Ficha Filmográfica
Guia de Filmes, 1980
Press
Concine/80
Concine/Ficha Técnica
CB/EMB-110.2-00853

Fontes consultadas:
Jornal da Tarde, 11.01.1980 p.14 e 24.04.1980 p.17
O Estado de S. Paulo, 03.02.1980 p.35; 01.03.1980 p.20; 01.04.1980 p.24 e 20.04.1980 p.29
Folha da Tarde, 07.01.1980 p.27

Livros:

Observações:
Exibido em São Paulo, em 07.02.1980 durante a mostra , no MASP.
é Rizzo.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.