fbpx

Para ter onde ir (2016)

Trailer

Sinopse

Três mulheres com diferentes visões sobre a vida e o amor, seguem juntas em uma única viagem, partindo de um cenário urbano para outro onde a natureza bruta prevalece. Eva, mulher madura e pragmática que convida para a sua jornada a amiga Melina, uma mulher livre e sem compromissos e Keithylennye, uma jovem ex-dançarina de tecnomelody (tecnobrega). No caminho, os acontecimentos vividos separadamente pelas três revelam as incertezas e os diferentes sentidos daquela viagem para cada uma delas.

O filme da diretora paraense Jorane Castro, Para Ter Onde Ir, é um road movie sensível que conta a história de três mulheres que tem visões diferentes sobre a vida e o amor, que saem juntas para uma viagem. Partindo do cenário urbano de Belém, elas vão rumo a natureza amazônica do interior do estado do Pará.

Este é o primeiro filme de ficção da cineasta e foi rodado entre abril e maio de 2015 e mobilizou uma equipe de cerca de 60 pessoas.

O elenco do filme conta com a atriz, bailarina e cantora Lorena Lobato (de O Cheiro do Ralo e de Exilados do Vulcão). Lorena encarna Eva, uma mulher prática, responsável por orientar os navios de grande porte a atracar em Belém. Na pele de Keithylennye, ex-dançarina de tecnomelody e moradora da comunidade da Vila da Barca, em Belém, está a cantora do grupo Gang do Eletro, Keila Gentil. A terceira personagem ficou a cargo da atriz Ane Oliveira, que faz o papel da idealista Melina.

Segundo a diretora, o filme é uma analogia sobre viagem, interna e externa. Este é um filme de estrada sobre deslocamento, mas também uma história de busca pessoal, de questionamentos sobre para onde você vai, o que você vai deixar de legado e a que se propõe nesta jornada, explica Jorane.

O longa tem lançamento comercial previsto para 10 de maio de 2018.

Elenco

Lorena Lobato
Keila Gentil
Ane Oliveira

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Para ter onde ir (2016) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Jorane Castro
Roteiro: Jorane Castro
Produção: Ofir Figueiredo
Fotografia: Beto MARTIINS
Montagem: Joana Collier
Música: Gang do Eletro
Empresa Produtora: Cabocla Filmes
Empresa Distribuidora: O2 Play

Bibliografia

Livros:

Internet:

EXIBIDOR. Para ter onde ir. Disponível no endereço: http://www.exibidor.com.br/lancamentos/filme.php?id=8901
FESTIVAL DO RIO 2016. Para ter onde ir. Disponível no endereço: http://www.festivaldorio.com.br/br/filmes/para-ter-onde-ir
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Para ter onde ir. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/para-ter-onde-ir/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “Para ter onde ir (2016)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.