fbpx

Parada 88 – O Limite em alerta (1978)

Sinopse

Dezembro de 1999. Há seis anos os moradores de Parada 88 vivem em túneis de plásticos transparentes, que interligam as residências e o comércio local e protege-os de gás letal que contaminou a região após explosão de uma fábrica (…). Joaquim Porfírio, ex-operário da indústria sinistrada, que sustenta a mulher Maria e a filha adolescente Ana – cega com o acidente – e sobrevive através de pequenos expedientes, não tem dinheiro para pagar a conta de ar, cujo fornecimento poderá ser cortado a qualquer momento. Resolve então concorrer a um sorteio promovido por Boca, proprietário do cabaré local, para a noite de ano-novo, que premiará com mantimentos e cotas de ar o escolhido para sair dos túneis e obter notícias de uma expedição preparada na Capital para localizar e eliminar o vazamento do gás. Joaquim é sorteado mas sucumbe ao encontrar a comitiva, que o socorre. Enquanto isto, sua casa é invadida pelos colaboradores da taxa de ar cujo líder violenta Ana: esta reconhece nele Cara de Anjo, que lhe tinha demonstrado afeição anteriormente. Os cobradores prometem voltar no dia 31 para receber o dinheiro e Maria vem a saber que Joaquim, após delicada e bem sucedida intervenção cirúrgica, receberá alta no último dia do ano: colhe então toda a horta que tinha plantado no interior da casa e vende os legumes para pagar a conta. Com seu novo pulmão artificial, Joaquim retorna e, no cabaré, anuncia o retorno da comitiva: a cidade está livre. De volta à casa, fica sabendo do ocorrido com Ana, e arma-se para a vingança. No cabaré, os festejos começam em meio à alegria geral, com o início do ano 2000. Os cobradores de ar retornam à casa de Joaquim e são mortos por ele, para desespero de Ana. Com a dissipação dos gases mortíferos, o operário junta seus pertences numa carroça e, com a mulher e a filha, deixa a cidade.

Elenco

Barcellos, Joel (Joaquim Porfírio)
Duarte, Regina (Ana)
Amaral, Yara (Maria)
Peixe, Adolfo (Controlador)
Zamchetta, Roberto (Cobrador de ar)
Tadeu, Hélio (Cobrador de ar)
Molina, Ralfh (Cobrador de ar)
Tetel, Ney (Seguidor da pregadora)
Rosinha (Seguidora da pregadora)
Mariana (Stripper-teaser)
Santos, José J. dos (Ganhador)
Lara, Renato (Músico)
Laila, Youssef (Músico)
Pugão (Músico)
Quinha (Músico)
Santos, Roberto (Médico)
Dalia, Carlos Alberto (Médico)
Flávio Guarnieri …. Menino
Paulo Guarnieri …. Menino
Costa, Sidnei Maria (Bailarina)
Habitantes de Paranapiacaba
Participação especial:
Cleyde Yaconis …. (Pregadora)
Eccio, Egydio (Boca)
Mamberti, Sérgio (Di Santana)
Pieri, Osmar di (Dr. Pessoa)
Tullgren, Terence (Cara de Anjo)
Viana, Maria (Susy Margareth)
Delamo, Oslei (Antônio)
Viscaino, Clemente(Assistente do Dr. Pessoa)

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Parada 88 – O Limite em alerta (1978) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: José de Anchieta
Argumento: José de Anchieta
Roteiro: José de Anchieta e Roberto Santos
Assistência de direção: Buzzar, Salma
Continuidade: Santeiro, Maria Cristina; Oliveira, Maria Eugenia
Co-produção: Duarte, Regina; Santos, Roberto; Gismonti, Egberto
Direção de produção: Dalia, Carlos Alberto
Produção executiva: Dalia, Carlos Alberto
Assistência de produção: Pedreira, Álvaro; Lara, Renato; Fasano, Márcia; Sato, Cristina; Batista, Clark
Direção de fotografia: Botelho, Francisco
Câmera: Poiano, José Roberto Eliezer; Poiano, Eduardo Celso
Assistência de câmera: Eliezer, José Roberto; Eduardo; Poiano, Celso
Efeitos especiais de fotografia: Lago, Paulo
Fotografia de cena: Alves Neto, Abelardo
Trucagens: Truca Ltda.
Eletricista: Silva, Sosigenes Tavares da; Neves, Jaime
Técnico de som: Ricardo, Alvino
Engenharia de som: Santos, Carlos dos
Mixagem: Melito, José
Direção de dublagem: Correia, Jair
Efeitos sonoros: Giudice, Tomaz; Garcia, José Carlos S.
Som guia: Andrade, Timo
Montagem: Correia, Jair
Edição: Correia, Jair
Assistente de montagem: Amaral, Maria Cristina; Delamo, Oslei; Santeiro, Maria Cristina; Eliezer, José Roberto
Figurinos: José de Anchieta
Cenografia: José de Anchieta
Letreiros: Andreato, Elifas
Créditos: Andreato, Elifas
Programação visual: Nuno, Martin
Assistencia de cenografia: Izzo Jr., Alcino; Proença, Ines B. de
Montagem de cenário: Andrade, Expedido Xavier de
Maquiagem: Lago, Paulo
Assistência de maquiagem: Barros, Genésio de
Vestuário: Anchieta, José de
Arranjos musicais: Gismonti, Egberto
Direção musical: Juarez, Benito
Companhia(s) produtora(s): TOP Films Produções Ltda.; NAB Serviços Publicitários S.C. Ltda.
Companhia(s) co-produtora(s): Embrafilme – Empresa Brasileira de Filmes S.A.; Nova Prova; Vapor Produções Sonoras e Imagem
Companhia Distribuidora: Embrafilme – Empresa Brasileira de Filmes S.A.

Dados adicionais de música
Orquestra: Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas

Regente Maestro: Juarez, Benito

Canção
Título: Feliz ano novo
Autor da canção: Gismonti, Egberto e Carneiro, Geraldo
Intérprete: Joyce
Instrumentista: Botelho – clarineta; Eid, Celia – clarineta e Senise, Mauro – saxofone

Locação: Paranapiacaba – SP

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.