fbpx

Paris Entretenimento

Empresa

A Paris Entretenimento é uma empresa produtora independente brasileira fundada em 2014.

Nos primeiros anos de existência coproduziu grandes sucessos brasileiros de bilheteria, como os três filmes da franquia Até que a Sorte nos Separe e Mais Forte Que o Mundo – A História do José Aldo.

Consolidou-se como produtora independente em 2015, com o lançamento de Carrossel – O Filme. O longa fez 2.7 milhões de espectadores e tornou-se o quarto filme nacional mais visto do ano. Desde então, nossos filmes foram vistos por 20 milhões de pessoas nos cinemas.

Entre 2016 e 2017, a Paris Entretenimento foi a produtora que mais lançou filmes no país, com um total de oito longas-metragens originais exibidos em circuito comercial. Os gêneros variados dessas produções reafirmaram a proposta de abrangência de mercado, explorando diferentes nichos de público.

Produziu três adaptações de séries infantis (Carrossel – O Filme; Carrossel 2 – O Sumiço de Maria Joaquina e Detetives do Prédio Azul – O Filme), dois longas infanto-juvenis (Internet – O Filme e Meus 15 Anos), uma comédia romântica destinada ao público adulto (Um Namorado Para Minha Mulher), e três documentários (Teresinha, Todas as Meninas Reunidas Vamos Lá! e Aqualoucos), este último lançado na 41ª Mostra Internacional de Cinema.

A busca da empresa em atender à demanda do público brasileiro continuou em 2018. A biografia Nada a Perder conquistou o posto de filme nacional mais visto da história, levando quase 12 milhões de pessoas aos cinemas. O longa-metragem de ação O Doutrinador levou a narrativa explosiva dos quadrinhos nacionais à tela grande, e em seguida estreia no canal Space com uma série de sete episódios.

Bibliografia

Livros:

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Paris Entretenimento. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/paris-entretenimento/
PARIS ENTRETENIMENTO – SITE OFICIAL. Disponível no endereço: http://parisentretenimento.com/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.