fbpx

Paul Singer (1932-2018)

Biografia

Paul Israel Singer, mais conhecido como Paul Singer, foi um economista, escritor, professor e intelectual austríaco, nascido em Viena, no dia 24 de março de 1932.

Chegou ao Brasil em 1940, aos oito anos, devido à perseguição aos judeus depois que a Áustria foi anexada à Alemanha Nazista. Já alfabetizado em alemão, retomou a escola no Brasil.

Em 1951, formou-se em eletrotécnica no ensino médio da Escola Técnica Getúlio Vargas de São Paulo, que o levou a trabalhar na indústria metalúrgica exercendo a profissão entre 1952 e 1956, período em que veio a filiar-se ao Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo. Foi um dos líderes do movimento grevista de 1953, conhecido como a greve dos 600 mil. Graduando-se pela Faculdade de Economia e Administração da USP, em 1959, ao mesmo tempo em que desenvolvia atividade político-partidária, no PSB, quando participou da fundação da Polop, organização política constituída por membros da ala esquerda do PSB.

Entre 1966 e 1967, estudou demografia na Universidade Princeton, nos Estados Unidos. Em 1968, apresentou sua tese de livre-docência, Dinâmica populacional e Desenvolvimento. Nesse mesmo ano, retoma suas atividades como professor da USP até ter seus direitos políticos cassados pelo AI-5 e ser aposentado compulsoriamente, em razão de suas atividades políticas, em 1969.

Nesse mesmo ano, com vários outros pesquisadores e professores expulsos da universidade ou simplesmente discordantes do regime, como Celso Lafer, Eunice Ribeiro Durham, Fernando Henrique Cardoso, José Arthur Giannotti, Ruth Corrêa Leite Cardoso, Carmen Sylvia Junqueira, Paulo Sandroni, participa da fundação do CEBRAP – Centro Brasileiro de Análise e Planejamento, que se constituiu em importante núcleo da intelligentsia brasileira de oposição à ditadura militar, então vigente no país. Atuou no Cebrap até 1988, antes de ser nomeado Secretário Municipal de Planejamento de São Paulo.

A partir de 1979 voltou à atividade docente, como professor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), onde permanece por quatro anos, tendo sido chefe do Departamento de Economia e membro do Conselho Universitário.

Em 1980, ajudou a fundar o Partido dos Trabalhadores (PT), ao lado de outros intelectuais historicamente ligados à esquerda, como Francisco Weffort, Plínio de Arruda Sampaio, Perseu Abramo, Mário Pedrosa, Sérgio Buarque de Holanda, Chico de Oliveira e Vinícius Caldeira Brant.

No ano seguinte, em 1981, integrou a 1ª Diretoria Executiva da Fundação Wilson Pinheiro, fundação de apoio partidária instituída pelo PT, antecessora da Fundação Perseu Abramo.

Em 1989, foi convidado pela então prefeita de São Paulo, Luiza Erundina, a assumir a Secretaria de Planejamento do município, ocupando o posto durante todo o seu mandato, que terminou em 1992.

Trabalhando recentemente com o tema da economia solidária, Paul Singer ajudou a criar a Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da USP em 1998, quando foi convidado pela CECAE a assumir o cargo de coordenador acadêmico da incubadora. A partir de junho de 2003, Paul Singer passou a ser o titular da Secretaria Nacional de Economia Solidária (SENAES), que implementou, a partir de junho de 2003, no âmbito do Ministério do Trabalho e Emprego.

Em 13 de março de 2009, foi condecorado com a Grande Ordem do Mérito da República da Áustria, em cerimônia realizada na residência do Cônsul Geral da Áustria, em São Paulo.

Paul Singer foi provavelmente um dos intelectuais mais conhecidos da história recente do Brasil. Seu legado encontra base em obras públicas sobre desenvolvimento, demografia e economia, mas principalmente na formação de gerações de economistas e cientistas sociais espalhados pelo pais.

Sua última frente de militância, a economia solidária, ainda apresenta uma novidade a mais: tem sido a agenda de grande parte dos novos movimentos políticos no mundo todo, principalmente quando se fala em juventude – motivo pelo qual ele tem sido convocado a participar de debates pelo planeta, incluindo países como o Butão até a ONU.

No momento atual em que o sistema político-partidário dá novos sinais de esgotamento e a juventude começa a manifestar incomodo com a limitação do horizonte utópico, esse intelectual que passou por tantas contradições e desafios segue como exemplo. E por um único motivo: por manter sua capacidade de sonhar.

Paul Singer Faleceu em São Paulo no dia 16 de abril de 2018. Estava internado no Hospital Sírio-Libanês e teve uma infecção generalizada. Viúvo da socióloga Melanie Berezovsky Singer (1932-2012), era pai do cientista político André Singer, da jornalista Suzana Singer e da socióloga Helena Singer.

Um filme sobre a trajetória do economista deve ser lançado no final de 2018. Dirigido por Ugo Giorgetti, Paul Singer – uma História do Brasil arrecadou mais de R$ 167 mil via financiamento coletivo, em campanha lançada em maio de 2017.

Publicações

Livros:

SINGER, Paul. Introdução à Economia Solidária. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2002.
______. O Brasil na Crise ​Perigos e Oportunidades. : Ed. Contexto, 1999.
______. Uma Utopia Militante. : Coleção Zero à Esquerda, Editora Vozes, 1998.
______. Globalização e Desemprego: ​Diagnóstico e Alternativas. : Ed. Contexto, 1998.
______. Um governo de esquerda para todos: Luiza Erundina na Prefeitura de São Paulo (1989-1992). : Editora Brasiliense, 1996.
______. A Formação da Classe Operária. : ​Editora Atual, 1994.
______. O que é Socialismo Hoje. : Vozes, 1993.
______. O que é Economia. : Coleção Primeiros Passos, Editora Brasiliense, 1989.
______. O Dia da Lagarta: Democratização e conflito ​distributivo no Brasil do Cruzado. : ​Ed. Brasiliense, 1987.
______. Aprender Economia. : Ed. Brasiliense, 1987
______. Aprender Economia. : Contexto, 1999.
______. O Capitalismo ​Sua Evolução, sua Lógica e sua Dinâmica. : Ed. Moderna, 1987.
______. Repartição da Renda: ​Pobres e Ricos sob o Regime Militar. : ​Jorge Zahar Editor, 1986.
______; BRANT, Vinicius Caldeira (org.). São Paulo o Povo em Movimento. : ​Vozes (em co-edição com CEBRAP), 1983.
______; CAMPOS, Oswaldo; OLIVEIRA, Elizabeth M. de. Prevenir e Curar: o controle social através dos serviços de saúde. : Forense Universitária, 1981.
______. Dominação e Desigualdade. : Paz e Terra, 1981.
______. Guia da Inflação para o Povo. : São Paulo, Editora Vozes, 1981.
______. Economia Política do Trabalho. : Hucitec, 1977.
______. A Crise do Milagre. : Paz e Terra, 1977.
______. Curso de Introdução à Economia Política. : Forense Universitária, 1975.
______. Economia Política da Urbanização. : Brasiliense, 1973.
______. Economia Política da Urbanização. : Republicado pela editora Contexto, 2002.
______. Dinâmica Populacional e Desenvolvimento. : Editora CEBRAP, 1970.
______. Desenvolvimento Econômico e Evolução Urbana. : Companhia Editora Nacional (USP), 1968.
______. Desenvolvimento e Crise. : Editora Difel (Difusão Europeia do Livro), 1968.

Bibliografia

Livros:

Periódicos:

Coerência à flor da pele. entrevista concedida à Revista do Brasil, edição número 1. Maio 2006.

Internet:

CUT. Disponível no endereço: https://www.cut.org.br/noticias/paul-singer-construiu-o-socialismo-com-ideias-palavras-e-atitudes-fa54
G1. https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/morre-paul-singer-um-dos-fundadores-do-pt.ghtml
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Paul Singer. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/paul-singer/
PAUL SINGER – SITE OFICIAL. Disponível no endereço: http://paulsinger.com.br/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “Paul Singer (1932-2018)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.