fbpx

Pedro Bial

Pedro Bial é um jornalista, cineasta, ator, escritor, apresentador de televisão e poeta brasileiro nascido no Rio de Janeiro (RJ) no dia 29 de março de 1958. Formou-se em Jornalismo na PUC-Rio. Profissional multimídia, tem experiência no teatro, televisão, cinema e literatura.

Medindo 1,92m de altura, chegou a jogar basquete pela Seleção Brasileira Juvenil (até 18 anos) e foi colega de escola de Cazuza.

Entrou na Rede Globo em 1981, através de um curso de formação em telejornalismo. Sua carreira jornalística apresentando o Jornal Hoje e, em seguida, foi transferido para o Globo Repórter até 1988. Apresentou o Rock in Rio II nos shows exibidos na TV, e, até o início da década de 1990, ficou vários anos como correspondente internacional da emissora (em Londres), cobrindo vários episódios importantes de nossa história como a Guerra do Golfo, o colapso na União Soviética, a queda do Muro de Berlim, etc. Um fato curioso é que, quando Bial foi entrevistar um grupo de beduínos no deserto da Jordânia, foi convidado para jantar, e teve de comer um olho de carneiro, seguindo as tradições daquele povo.

Desde 1991, Bial ficou no comando do programa Fantástico, em que se lançou na carreira de apresentador. Mais recentemente, desde 2002, Pedro Bial também está no comando do reality show Big Brother Brasil. Apresentou o programa Espaço Aberto, no canal pago Globo News, até 2003.

Na década de 1980, formou um grupo de recitais e, atualmente, ainda participa de outro grupo, devido à sua forte ligação com a poesia. Pedro Bial também já teve passagem pelo cinema, com o filme Outras histórias, e também já dirigiu o documentário Os Nomes de Rosa.

Em 2004, publicou o livro Roberto Marinho uma biografia póstuma autorizada do fundador da Rede Globo.

É atualmente um dos curadores e colunistas do Instituto Millenium.

Torcedor do Fluminense Football Club, Pedro Bial é irmão de Alberto Bial (treinador de basquete) e Irene Bial (psicoterapeuta em SP).

Traduziu e interpretou Filtro Solar, de Mary Schmich, em 2003, que foi um grande sucesso.

Casou-se por quatro vezes, primeiro com a jornalista Renée Castelo Branco, com quem teve três filhos, Ana, Marina e João; com a atriz Fernanda Torres; com a também atriz Giulia Gam, com quem teve um filho José Pedro (2002) e uma tumultuada separação, e, desde 2000, com a produtora Isabel Diegues (filha do cineasta Cacá Diegues).

Filmografia

:: Filmografia como Ator ::

2011 :: As Aventuras de Agamenon – O Repórter
2011 :: Desenrola – O Filme
2006 :: O Maior Amor do Mundo
2006 :: Irma Vap – O retorno
1998 :: Como ser solteiro
1987 :: Leila Diniz
1986 :: Fonte de Saudade

:: Filmografia como Diretor ::

2019 :: Encarcerados (codir. Claudia Calabi e Fernando Grostein Andrade)
2012 :: Jorge Mautner – O Filho do Holocausto
1999 :: Outras Estórias
1980 :: Retrato Recente (CM)

:: Filmografia como Ele Mesmo ::

2013 :: FLA x FLU – 40 Minutos Antes do Nada
2002 :: Saudações Tricolores

Publicações

BIAL, Pedro. Mensagem aos Brothers. Rio de Janeiro: Agir, 2014.
______. Roberto Marinho. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2004.

Bibliografia

Fontes de Referência

Livros:

ALMEIDA, Paulo Sérgio; OLIVEIRA, José Maria de. (org.). Quem é Quem no Cinema. Rio de Janeiro: Iluminuras, 2003.
SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

FILMEB. Disponível no endereço: http://www.filmeb.com.br/. Acesso em: 25 de jan. de 2011.
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Pedro Bial. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/pedro-bial/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “Pedro Bial

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.