fbpx

Pedro de Lara (1925-2007)

Biografia

FOTO Pedro de LaraPedro Ferreira dos Santos, mais conhecido como Pedro de Lara, foi uma personalidade de rádio e televisão no Brasil nascido em Bom Conselho, Pernambuco, no dia 25 de fevereiro de 1925. Dentre suas múltiplas atividades, atingiu status de celebridade como jurado de programas de calouros. Faleceu no Rio de Janeiro no dia 13 de setembro de 2007.

No início da década de 1970, Pedro de Lara foi um dos jurados da Buzina do Chacrinha na Rede Tupi, paralelamente à sua atuação na Rádio Tupi do Rio de Janeiro num quadro em que interpretava sonhos. Na segunda metade dos anos 70 Pedro passou a fazer parte do júri do Show de Calouros, do Programa Silvio Santos. De 1980 em diante, Pedro participou do programa do palhaço Bozo, um grande sucesso da TVS e do SBT durante os anos 80. Pedro era o inventor Salci Fufu, parceiro de Papai Papudo (Gibe) e Vovó Mafalda (Valentino Guzzo).

Como ator, Lara também participou de diversas produções do gênero pornochanchada, durante os anos 1970 e inícios de 1980. Entre esses filmes, destacam-se Emoções sexuais de um cavalo (1986), A máfia sexual (1986), Bonitas e gostosas (1979), As taradas atacam (1978) e As 1001 posições do amor (1978).

Em 1984, Lara escreveu, produziu e estrelou o filme infantil Padre Pedro e a revolta das crianças.

Pedro de Lara também foi astrólogo nas revistas Amiga e Sétimo Céu e radialista na Rádio Atual, além de empresário de sua esposa Mag de Lara, escritor, ator e cantor. Em suas próprias palavras: “No meu disco o pau come, é nordestino da bexiga porreta!”.

Sua última atuação como jurado em televisão, se deu no programa Gente que Brilha, do SBT. Posteriormente, continuou atuando como jurado em clubes, boates, feiras e concursos por todo o Brasil. Nos últimos anos de vida, Pedro de Lara lançou o Livro da Sabedoria, que contém pensamentos como “Todo pai corujão faz do seu filho um bobão” e “Na vida tem que ter estilo, quem não tem, não é isso nem aquilo”.

Em um de seus livros, A porta proibida, Pedro fala sobre o comportamento do homem após a criação da primeira porta da humanidade. Vulgaridade, pederastia e outros comportamentos são discorridos sob a ótica do artista.

Pedro de Lara faleceu no dia 13 de setembro de 2007, vítima de câncer no recto, aos 82 anos. Deixou viúva, Mag de Lara, e quatro filhos.

Filmografia

1988 :: As Aventuras de Sérgio Mallandro
1986 :: Emoções Sexuais de Um Cavalo (de Sady Baby)
1986 :: A Máfia Sexual (de Sady Baby)
1984 :: Padre Pedro e a Revolta das Crianças (de Francisco Cavalcanti)
1978 :: Bonitas e Gostosas (de Carlo Mossy)
1978 :: As 1001 Posições do Amor (de Carlo Mossy)
1978 :: As Taradas Atacam (de Carlo Mossy)
1978 :: Elke Maravilha Contra o Homem Atômico
1975 :: Quando as Mulheres Querem Provas
1975 :: O Estranho Vício do Dr. Cornélio (de Alberto Pieralisi)

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.