fbpx

Pedro Diabo ama Rosa Meia-Noite (1970)

Sinopse

Pedro Diabo é um inconformado. Quer sempre mais. Descobre que o almejado só será obtido pela violência. Em pouco tempo transforma-se em bandido temido, caçado pela polícia e presença constante em manchetes de jornais. Tem uma amante, Rosa, prostituta e corista que tem o capricho de desfilar nos bailes do Municipal. Uma noite, de volta do trabalho, Rosa é violentada e morta por um doente mental. Pedro se desespera, mas perdoa o criminoso. Quando o pai morre, Pedro mata o delegado que procurava compreendê-lo. É caçado pela polícia e morto à saída de um esgoto, pedindo clemência.

Elenco

Pereio, Paulo César (Pedro Diabo)
Moraes, Susana (Rosa Meia-Noite)
Carvana, Hugo (Delegado)
Lago, Mário (Pai de Pedro)
Isabella
Ariel, Ana
Freire, Gracinda
Freitas, José de
Guerrero, Joseph
Vianna, Klaus
Santos, Kleber
Manula
Milton Gonçalves
Batalin, Roberto
Bonfim, Roberto
Onofre, Waldyr
Grey, Wilson
Vidal, Erico

Ficha Técnica

Direção: Miguel Faria Jr.
Argumento: Miguel Faria Jr. e Costa, Armando
Roteiro: Miguel Faria Jr.
Assistente de Direção: Antônio Calmon
Produção: Faria Jr., Miguel
Gerente de produção: Tavares, Mair
Direção de fotografia: Carneiro, Mário
Assistência de fotografia: Carneiro, Mário; Stein, Ricardo
Câmera: Stein, Ricardo
Direção de som: Horta, João Carlos; José, Geraldo; César, Antônio; Goulart, Walter
Efeitos especiais de som: César, Antônio; Goulart, Walter
Montagem: Dahl, Gustavo
Cenografia: Monteiro, Régis
Música: Thomás, Peter
Companhia(s) produtora(s): Produções Cinematográficas R. F. Farias; Miguel Faria Júnior Produções Cinematográficas; C. N. Promoções e Publicidade
Companhia(s) distribuidora(s): Ipanema Filmes

Bibliografia

Fontes utilizadas:
Guia de Filmes, 29

Fontes consultadas:
SCP/HICB
LFM/DCB
ACPJ/II
ALSN/DFB-LM
Jornal do Brasil, s.d.

Observações:
SCP/HICB, p. 137, e LFM/DCB, p. 136, idicam 1969 como o ano de produção.
Guia de Filmes 29 indica o título e informa tratar-se do primeiro longa-metragem de . Por fim informa sobre a estréia do filme no Rio de Janeiro em circuito médio, reunindo boas salas de bairro e permanecendo em cartaz por uma semana.
ALSN/DFB-LM grafa os nomes de Susana Moraes como ; Joseph Guerrero como ; Roberto Batalin como e Waldyr Onofre como . Informa ainda tratar-se da estréia de Roberto Bonfim no cinema.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “Pedro Diabo ama Rosa Meia-Noite (1970)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.