fbpx

Pedro Dias (1891-1975)

Biografia

Pedro Augusto Cordeiro Dias, em arte conhecido como Pedro Dias, é um ator brasileiro nascido no Rio de Janeiro (RJ) no dia 13 de janeiro de 1891.

Estreou no cinema em 1908 no filme Os Estranguladores e, em 1910, no teatro, como bailarino, numa peça de Álvaro Collares e J. Brito. Atuando paralelamente nas duas modalidades, percorreu o Brasil com suas peças.

No cinema, fez muitos filmes, em quase sessenta anos de profissão. Atravessou várias décadas, em clássicos como Favela dos meus Amores (1934), Inconfidência Mineira (1948) e Sangue na Madrugada (1964).

Faleceu em 1975, aos 84 anos de idade.

Filmografia

1964 :: Sangue na Madrugada
1961 :: O Dono da Bola
1960 :: Um Candango na Belacap
1960 :: Eu Sou o Tal
1960 :: Vai que é Mole
1958 :: É de Chuá!
1958 :: E o Bicho não Deu
1957 :: Com a mão na Massa
1957 :: O Pirata do Outro Mundo
1957 :: Tudo é Música
1957 :: O Samba na Vila
1956 :: Fuzileiro do Amor
1951 :: Meu Dia Chegará
1949 :: Estou Aí!
1949 :: Uma Luz na Estrada
1948 :: Inconfidência Mineira
1947 :: O Malandro e a Granfina
1946 :: No Trampolim da Vida
1946 :: Caídos do Céu
1946 :: Sob a Luz de meu Bairro
1945 :: Aniversário de Pedrinho (Inacabado)
1944 :: Berlim da Batucada
1943 :: Samba em Berlim
1942 :: Voando para o Céu (Inacabado)
1941 :: O Dia é Nosso
1941 :: 24 Horas de Sonho
1940 :: Pureza
1940 :: Vamos Cantar
1939/1944 :: Romance Proibido
1934 :: Tabajaras (Inacabado)
1934 :: Carioca Maravilhosa
1934 :: Favela de meus Amores
1934 :: Gaúcho
1924 :: A Sertaneja
1920 :: O Guarani
1919 :: Alma Sertaneja
1919 :: Ubirajara
1910 :: O Rio por um Óculo
1910 :: Chantecler
1910 :: Logo Cedo
1910 :: A Vida do Barão do Rio Branco
1908 :: Os Estranguladores

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Pedro Dias. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/pedro-dias/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.