fbpx

Pompilho Tostes (1933-2003)

Biografia

Pompilho Dias Tostes, em arte mais conhecido como Pompilho Tostes, é um montador e diretor de fotografia brasileiro nascido em Aracruz (ES) em 24 de setembro de 1933.

Iniciou sua carreira como cinegrafista em 1951, na TV Itacolomi, em Belo Horizonte. Em 1957, vai trabalhar com Carlos Niemeyer no Canal 100.

A qualidade da fotografia dos jornais da empresa, deve-se a uma equipe muito bem articulada, além de Pompilho, pelos cinegrafistas Jorge Aguiar e Walter Torturra.

A partir de 1964, transferiu-se para a PPP – Persin Perrin Produções de René Persin e, a partir de 1971, com Jean Manzon, ou seja, deixou seu talento para os melhores e maiores documentaristas do Brasil. Trabalha com cinema publicitário e institucional, realizando documentários para empresas do porte da Sadia, Varig, Bradesco, etc. Foram mais de 7.000 reportagens e 800 documentários. Por força do seu trabalho, conhece o Brasil e norte a sul e também o mundo, ao cobrir diversas copas do mundo, entre 1962 e 1994, ano em que se aposenta.

Em sua aposentadoria gostava de ouvir música, tomar um bom whisky e contar suas histórias sobre as viagens aos filhos. Casado por três vezes, teve oito filhos.

Faleceu em Teresópolis (RJ) em 10 de dezembro de 2003, aos 70 anos de idade.

Filmografia

Filmografia: (parcial):

1961- História da Praia (CM) (cofot. Jorge Veras e Jorge Aguiar); O Fantasma Varejo (CM); 1962-Caminho da Fé (CM) (cofot. Armando Barreto); 1963-Carnaval de 1963 (CM) (cofot. Liercy Oliveira, Francisco Torturra, Milton Correia e Jorge Aguiar); 1967-Lua de Mel Azeda (CM); 1968/70-Como Vencer na Vida Fazendo Força (CM); 1969-A Máscara da Traição (cofot. Afonso Beato); 1970-A Matemática e o Futebol (CM); E Assim Se Fez. (CM); 1971-A Nova Imagem (CM); Os Emaús (CM); Pena Que a Televisão Não Seja a Cores (CM); 1972-Imagens da Marinha (CM) (cofot. Ed Dey, José Andrade, J.Cavalcante, Cezídio Barbosa e Albertino Jorge); 1973-Sobrevoando a Cidade Maravilhosa (CM); Um Passeio na Amazônia (CM); 1975-Pedras Brasileiras (CM); 1985-Uma Canção Brasileira (cofot. Antonio Estevão, Wilson Rocha, Allan Estevão, Nilton Gomes, Roberto Stajano, Philippe de Genouillac e Revair Jordão).

Bibliografia

:: Fontes de Referência ::

Livros:

PINHEIRO, Claudia; NIEMEYER, Carla. Canal 100: uma câmera lúdica, explosiva e dramática. Rio de Janeiro: DoisUm Produções, 2014.
SILVA NETO, Antonio Leão da. Dicionário de Fotógrafos do Cinema Brasileiro. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2011.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/pompilho-tostes/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.