fbpx

Primeiro Plano 2015 – Festival de Cinema de Juiz de Fora e Mercocidades

Evento

LOGO Primeiro Plano 201514ª Edição do Primeiro Plano – Festival de Cinema de Juiz de Fora e Mercocidades, um festival de cinema voltado exclusivamente para cineastas estreantes, em seus primeiros filmes como diretores, o evento foi realizado em Juiz de Fora (MG) no Cinearte Palace, entre os dias 26 e 31 de outubro de 2015.

Trata-se de uma realização do Luzes da Cidade – Grupo de Cinéfilos e de Produtores Culturais, com o patrocínio da Petrobras, copatrocínio da Prefeitura de Juiz de Fora e contou com o apoio da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). O evento acontece anualmente na cidade de Juiz de Fora (MG).

Foram selecionados os 50 curtas que participaram das mostras competitivas do Primeiro Plano 2015 – Festival de Cinema de Juiz de Fora e Mercocidades. O evento exibiu 28 curtas na Mostra Competitiva Regional e mais 22 na Mostra Competitiva Mercocidades.

A primeira mostra reuniu filmes em película ou digital realizados por cineastas residentes em Juiz de Fora e Zona da Mata. Uma das novidades desta edição foi que, além da premiação tradicional, o melhor curta desta categoria escolhido por um júri especializado leva o prêmio de R$ 500,00. Ainda dentro da Mostra Regional, o melhor curta feito por diretor universitário também concorria ao Prêmio Incentivo Primeiro Plano, que dá ao vencedor R$ 7 mil para realizar uma nova produção no ano seguinte.

Já a Mostra Competitiva Mercocidades exibiu os filmes dirigidos por cineastas estreantes de países que fazem parte da América do Sul (Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile, Bolívia, Peru, Venezuela, Colômbia e Equador). Em ambos os casos, as produções deveriam ter sido finalizadas a partir de janeiro de 2014, nas bitolas 35mm ou digital, com duração máxima de 20 minutos. O festival é voltado exclusivamente para diretores que estão estreando na função.

Segundo a organização, a seleção foi difícil em função da alta qualidade dos curtas, isso tanto para a Mostra Mercocidades, como para a Regional. A Curadoria fez uma seleção de filmes com diversidade de temas e de linguagens para tentar dar conta das várias possibilidades do fazer cinematográfico que os filmes inscritos apresentaram.

Após mais de 30 horas de exibições, o Primeiro Plano 2015 – Festival de Cinema de Juiz de Fora e Mercocidades, encerrou a 14ª edição do evento. A cerimônia de premiação aconteceu no Cinearte Palace.

O prêmio de melhor filme da Mostra Competitiva Mercocidades ficou com Verão 98, da diretora Valentina Azúa. Jonas Costa foi considerado o melhor diretor pelo trabalho realizado em Bruxa de Fábrica. O curta Uma Noite e Meia, de Suzana Costa Amaral, levou a menção honrosa da categoria nacional (veja lista completa no final).

Já na Mostra Competitiva Regional, que reuniu produções de Juiz de Fora e municípios da Zona da Mata, o curta Marlene – Historias de um forró, de Jéssica Faria Ribeiro, foi o grande vencedor do prêmio Incentivo Primeiro Plano, que destina R$ 7 mil ao melhor curta universitário. Com essa verba, os diretores terão apoio do Luzes da Cidade, Grupo de Cinéfilos e de Produtores Culturais, para realizar uma nova produção no ano que vem. Pelo júri popular, os vencedores foram os curtas Marlene – Historias de um forró, de Jéssica Faria Ribeiro, e Véspera, de Analu Pitta e Rodrigo Souza.

Uma das novidades deste ano foi a criação do júri especializado para premiar em R$ 500 o melhor curta da Mostra Competitiva Regional. O contemplado na estreia desse prêmio foi o curta Véspera, de Analu Pitta e Rodrigo Souza. Ainda entre os filmes regionais, receberam menções honrosas os curtas Elegia, de Mariana Costa, Pequeno Objeto A, de Daniel Abib, e para a MC Xuxú, por Grave.

Em 2015, as produções foram exibidas no Cinearte Palace, Centro de Artes e Esportes Unificados (Praça CEU) e Centro Cultural de Benfica, além de debates na Funalfa e oficinas promovidas na Casa de Cultura da UFJF. Somando as 14 edições do evento, o Festival comemora também a marca de 70 mil espectadores.

A novidade para 2016 é que Primeiro Plano passará a fazer parte do calendário oficial de eventos do município de Juiz de Fora. A inclusão aconteceu após a aprovação, por unanimidade, na Câmara Municipal, do projeto de lei do vereador Zé Márcio (PV-MG).

Selecionados

Confira abaixo os filmes selecionados:

Mostra Competitiva Mercocidades

O Amigo Michê, de Luciano Carneiro
Aquenda Nela, de Bárbara Cabeça
Armat Jakawinaka – Vidas Ausentes, de Ronaldo Dimer
Brutalidade, de Henrique Zanoni
Bruxa de Fábrica, de Jonas Costa
Cabrito, de Luciano de Azevedo
A Casa Vazia, de Bernardo Florim
José Baleia, de Julio Cruz
La Donna, de Nicolás Dolensky
La Duda, de Philippe Noguchi
Nau Insensata, de Cristiano Sidoti
Nham-Nham, A Criatura, de Lucas Barros
Olhos de Botão, de Marlom Meirelles
Pedra que samba, de Camila Agustini e Roman Lechapelier
Primavera, de Joaquín Tapia Guerra
Setor complementar, de Tiago Rocha
Sob a Pele de Vênus, de Julia Sondermann
Uma Noite e Meia, de Susana Costa Amaral
Vênus, de Antonio Canto Porto
Verano 98, de Valentina Azúa
Vou lá porque você não está, de Lucas Girino
Zaki y Zene, de Daniel Guerra

Mostra Competitiva Regional

1412, de Alfredo Suppia e Rodrigo Brandão
Amiotrófico, de Marcus Leoni
Azul, de Mia Mozart
Cena Rock JF, de César de Azevedo
Dejavoodoo, de Paulo Moraes
Dialética, de Pedro Soares
Ele ou Ela, de Otávio Neves e Samuel Gianasi
Elegia, de Mariana Costa
Enfim Sós, de Ariel Andrade
Entre Outonos e Invernos, Rivera, de Rafaella Lima e Jáder Barreto
Folífero, de Karina Orquidia
Fossa, de Samuel Fortunato
Grave, de Matheus Engenheiro e Tamiris Toschi
Insana, de Diego Oliveira Ferreira
Lila e seus balões, de Diogo D’Melo
M.I.A, de Luis Filipe Fontes
Mácula, de Rafael Aguiar
Marlene – Historias de um forró, de Jéssica Faria Ribeiro
Não tem abóbora, carrego de moranga, de Daniela Pedrosa, Janaina Morais, Marina Barbosa
Não, obrigado, de Jáder Barreto Lima
O Rival, de Hugo Bonfatti Delgado
Parapeito, de Henrique Tavares Dias Perissinotto
Pequeno Objeto A, de Daniel Abib
reLoading, de Caio Vieira
Somos todos Ninjas, de Nathália Corrêa e Rômulo Rosa
The Coffin’s Club, de Dowglas Mota
Véspera, de Analu Pitta e Rodrigo Souza
Vila, de Paulo Stuart Angel

Premiados

PREMIADOS NA MOSTRA COMPETITIVA MERCOCIDADES

Melhor Filme: Verão 98, de Valentina Azúa
Melhor Direção: Jonas Costa, por Bruxa de Fábrica
Melhor Roteiro: Nicolás Dolensky, por La Donna
Melhor Concepção Fotográfica: Roman Lechapelier, por Pedra que Samba
Melhor Concepção Sonora: Gáston Ibarroule, por Zaki y Zene
Melhor Montagem: Eduardo Bezerra, por Nau Insensata
Melhor Direção de Arte: Jasmin Sanchéz, por La Duda
Melhor Trilha Musical: Mauro Bianchinelli, por Zaki y Zene
Melhor Ator: Diego Salvador, por Aquenda Nela
Melhor Atriz: Suia Legaspe, por Brutalidade e Fabiola Torres, por Verão 98
Melhor Primeiro Plano: La Donna, de Nicolás Dolensky
Menção honrosa Melhor Segundo Plano: Uma Noite e Meia, de Susana Costa Amaral
Júri Jovem: A Casa Vazia, de Bernardo Florim
Júri Infantil: Nham-Nham, A Criatura, de Lucas de Barros
Júri Popular: Cabrito, de Luciano de Azevedo

PREMIADOS NA MOSTRA COMPETITIVA REGIONAL

Incentivo Primeiro Plano:
Marlene – Historias de um forró, de Jéssica Faria Ribeiro

Menção honrosa:
Elegia, de Mariana Costa

Júri Popular:
Véspera, de Analu Pitta e Rodrigo Souza e Marlene – Historias de um forró, de Jéssica Faria Ribeiro

Prêmio Luzes da Cidade:
Véspera, de Analu Pitta e Rodrigo Souza

Menção honrosa:
Pequeno Objeto A, de Daniel Abib, e para Mc Xuxú, por Grave

Prêmio Zé Sette:
Azul, de Mia Mozart

Bibliografia

Internet:

PRIMEIRO PLANO. http://www.primeiroplano.art.br

TRIBUNA DE MINAS. Conhecidos vencedores do Festival Primeiro Plano. Disponível no endereço: http://www.tribunademinas.com.br/conhecidos-vencedores-do-festival-primeiro-plano/. Acesso em: 31 de outubro de 2015.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]