fbpx

Primeiro Plano 2016 – Festival de Cinema de Juiz de Fora e Mercocidades

Evento

LOGO PP 201615ª Edição do Primeiro Plano – Festival de Cinema de Juiz de Fora e Mercocidades, um festival de cinema inovador voltado exclusivamente para cineastas estreantes, em seus primeiros filmes como diretores, o evento será realizado no Cinearte Palace e Casa de Cultura da UFJF, entre os dias 21 a 26 de novembro de 2016.

Selecionados

O Festival Primeiro Plano de Juiz de Fora e Mercocidades de 2016 divulgou a lista dos selecionados:

:: Mostra Competitiva Mercocidades ::

Alforria, de Bruno Rubim
Aqueles cinco segundos, de Felipe Saleme
Artur, de Daniel Filipe
As três, de Elena Sassi
– Breve historia en el planeta, de Cristian Jesús Ponce
– Cão da estrada, de Erick Martorelli
– Cimarrón, de Chiara Ghio
– Cuando las gaviotas, de Manuel Giménez
– Deconstrucción. Crónicas de Susy Shock, de Sofia Bianco
– Do lar, de Erik Gasparetto
– La culpa, probablemente, de Michael Labarca
– Lembranças do fim dos tempos, de Rafael Câmara
– Lúcida, de Fabio Rodrigo e Caroline Neves
– Maria, de Carol Correia
– Não é pressa, é saudade, de Camilla Shinoda
O chá do general, de Bob Yang;
O Sonho, de Samira Daher;
Obra autorizada, de Iago Cordeiro Ribeiro;
Primeiro Ensaio, de Daniel Couto;
Quem matou Eloá?, de Lívia Perez;
Segundo o sexo, de Gabriel Alvim;
Shumpall, de Gerardo Quezada Richards;
Um brinde, de João Vigo.

:: Mostra Competitiva Regional ::

1206, de Mia Mozart;
A casa da luz azul, de Mandy Ferreira;
A Fita, de Lucian Fernandes e Thaíz Araújo;
A menina que colecionava estrelas, de Ana Cláudia Ferreira;
Afrodites, de Renata Dorea;
B, de Giovanni Viruez;
Barbante, de Daniel Couto e Samir Hauaji;
Bateria fraca, de Lucas Bianchetti e Rayana Bianchetti;
Cansaço, de Vinícius Oliveira;
De quando em vez, de Jáder Barreto Lima e Rafaella Pereira de Lima;
Deixo-te, de Diogo D’Melo;
Falta justificada, de Gustavo Burla;
Feminino, de Carolina Queiroz;
Firma o guia povo do santo, de Helena Frade;
Hoje é domingo e tem tanta estrela por aí, de Daniel Madão e Thiago Lopes;
Hora da prova, de Rodolfo Almeida;
Laura, de Carol Caniato, Eduardo Malvacini e Otávio Campos;
Meu mundo acaba hoje, de Douglas Rodrigues, Eduardo Malvacini e Luiza Reis;
Moleskombi, de Igor Visentin e Carime Elmor;
No, de Pedro Gui;
O vazio que vem da gente, de Caio Deziderio, Luana Souza, Monique Oliveira e Vinícius Martins;
On Line, de Rafael Aguiar;
Paralelos, de Larissa Portela;
Perdi meu amor no RU, de João Victor Medeiros;
Pulso, de Mariana Schwartz e Caio Lima;
Quando se envelhece, de Wladimir Stefanon;
Sem o pai, só a mãe…, de Ian Dias;
Sentido, de Louise Nascimento e Priscila Pinho;
Sinfonia Urbana, de Guilherme Landim;
SMS, de Leandro Carvalho;
Sob a pele, de Gabriel Motta;
Sobre dentes de leão, de Maria Gabriela Rodrigues;
TRANSformação, de Helena Oliveira;
Uma prosa de Sócrates, de André Monteiro e Rafael Senra;

Bibliografia

Internet:

FACEBOOK. https://www.facebook.com/primeiroplano/
PRIMEIRO PLANO 2016. http://www.primeiroplano.art.br

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

3 comentários sobre “Primeiro Plano 2016 – Festival de Cinema de Juiz de Fora e Mercocidades

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.