fbpx

Qualquer Gato Vira-lata (2011)

Trailer

Sinopse

Marcelo (Dudu Azevedo) termina o namoro e Tati (Cleo Pires) fica desesperada para tê-lo de volta. Ela acaba por assistir uma palestra de Conrado (Malvino Salvador), um jovem professor e biólogo, que desenvolveu uma teoria sobre o amor, baseada em Darwin, comparando o comportamento dos jovens namorados com o comportamento dos animais. Tati pede ajuda a Conrado, e o convence a utilizá-la como “cobaia” de sua teoria para recuperar o namorado Marcelo.

Cléo Pires e Malvino Salvador são vistos agora como os protagonistas da comédia Qualquer Gato Vira-lata, filme de Tomás Portella que estreia no Brasil no dia 10 de junho de 2011.

O filme é baseado em uma peça de Juca de Oliveira, Qualquer gato vira-lata tem uma vida sexual melhor que a nossa, que levou 1 milhão de pessoas ao teatro entre 1998 e 2002. No elenco, além de Cléo Pires e Malvino Salvador, traz Dudu Azevedo no elenco.

O filme é a estréia de Tomás Portella na direção de longas, após ter sido diretor-assistente em filmes como À Deriva.

Criada por Juca de Oliveira, a história é uma análise do comportamento afetivo dos jovens, buscando algumas respostas na psicologia evolucionista. Após ser abandonada pelo namorado, uma jovem busca ajuda com um cético professor de biologia. Ele a incentiva a mudar seu comportamento, tendo por base a postura dos animais para conquistar o parceiro.

Elenco

Cléo Pires …. Tati
Malvino Salvador …. Conrado
Dudu Azevedo …. Marcelo
Rita Guedes …. Ângela

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Qualquer Gato Vira-lata (2011) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Tomás Portella

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.