fbpx

Rafael Carvalho (1918-1981)

Biografia

Manuel Rafael de Carvalho, em arte conhecido como Rafael Carvalho, é um ator e escritor brasileiro nascido em Cairara (PB) no dia 16 de fevereiro de 1918.

Começou sua carreira artística em 1940, como repentista e poeta de cordel, dançarino de coco, xaxado e depois mestre de bumba meu boi. Como ator, estreia em 1947, no teatro, a convite do diretor Valdemar de Oliveira, na peça Gonzaga, no papel de Silvério dos Reis. Seguem-se Se Correr o Bicho Pega, se Parar o Bicho Come, Canção do Fogo, Como Matar um Playboy e É Muito Socó para um Socó só Coçar.

Estreou no cinema em 1949 no filme Dominó Negro, seguindo-se de muitos outros como Macunaíma (1969) e Eles não Usam Black-Tie (1981), numa longa e duradoura carreira cinematográfica.

Sempre fiel às suas origens, interpretou tipos marcantes na televisão, como Cazuza em Saramandaia (1976), Emiliano Medrado em O Bem-Amado (1977), Coronel Coriolano em Gabriela (1979) e Viriato em Cavalo Amarelo (1980).

Como escritor, tem dois livros publicados, Quase Quadrilha e Boi da Paraíba.

Faleceu no dia 03 de maio de 1981, aos 63 anos de idade, em Itapoã (BA), vítima de enfarte, durante as gravações de Rosa Baiana, novela da TV Bandeirantes, na qual interpretava Edmundo Lua Nova.

Filmografia

1984 – O Baiano Fantasma
1982 – Dora Doralina
1981 – Eles não Usam Black-Tie
1980 – O Homem que Virou Suco
1979 – Gargalhada Final (Os Trambiqueiros); O Menino Arco-Íris (A Infância de Jesus Cristo)
1978 – A Noiva da Cidade; Crueldade Mortal
1977 – Rei-Ri-Te-a-Ta (inacabado); Vida Vida
1976 – Fogo Morto; Maníacos Eróticos
1975 – O Trapalhão na Ilha do Tesouro; As Aventuras Amorosas de um Padeiro; Ana, a Libertina
1974 – Mais ou Menos Virgem; O Pica-Pau Amarelo
1973 – Salve-se quem Puder (Rally da Juventude); O Supercareta
1972 – O Grande Gozador; O Doce Esporte do Sexo (episódio: O Torneio)
1971 – Cômicos e mais Cômicos; Um Homem sem Importância
1969 – Macunaíma; A um Pulo da Morte
1968 – O Homem Nu; Chegou a Hora, Camarada!
1967 – Terra em Transe
1964 – Vagabundos no Society
1961 – Um Candango na Belacap
1960 – Por um Céu de Liberdade; Duas Histórias (Cacareco Vem Aí)
1959 – Titi o não é Sopa; O Palhaço o que é?
1958 – Aguenta o Rojão
1949 – Dominó Negro

Publicações

CARVALHO, Rafael. Quase Quadrilha. : , .
______. Boi da Paraíba. : , .

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Astros e estrelas do cinema brasileiro. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Rafael Carvalho. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/rafael-carvalho/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.