fbpx

Ray Sturgess (1910-2000)

Biografia

Raymond Sturgess, em arte mais conhecido como Ray Sturgess, é um cineasta, diretor de fotografia, Operador de câmera e fotógrafo nascido em Londres, na Inglaterra, em 28 de outubro de 1910.

Inicia sua carreira no cinema na produtora Two Cities Films como foquista no filme In Which We Serve, direção de Noel Coward e David Lean. Em 1943 já é operador de câmera em The Gentle Sex, de Leslie Howard e Maurice Elvey, e em 1944 dirige a fotografia do filme Tawny Pipit, de Bernard Miles e Charles Saunders. Nos anos seguintes retomaria sua função de câmera em diversas produções. Em 1952 chega ao Brasil para trabalhar na Vera-Cruz como fotógrafo dos filmes Appassionata (1952), Sinhá Moça (1953) e Floradas na Serra (1954), além do documentário São Paulo em Festa (1954), em parceria com outros profissionais.

Em 1955, com a falência da Vera-Cruz, volta para a Inglaterra e retoma sua carreira. Três anos no Brasil foram suficientes para deixar sua marca, principalmente no filme Sinhá Moça, talvez o melhor da lendária companhia, juntamente com O Cangaceiro (1953).

Morre em Hounslow, Inglaterra, em janeiro de 2000, aos 89 anos de idade.

Filmografia

1944 – Tawny Pipit (Inglaterra) (cofot. Eric Cross); 1952 – Appassionata; 1953 – Sinhá Moça; 1954 – Floradas na Serra; Sâo Paulo em Festa (MM) (cofot. Chick Fowle, Nigel C. Huke, Ronald Taylor e Jack Lowin); 1955 – Josephine and Men (Inglaterra) (cofot. Gilbert Taylor); 1960 – Conscience Bay (MM) (Inglaterra); 1962 – Em Terras do Fim do Mundo (dir, fot); 1969 – I Cant… I Cant… (Inglaterra); 1971 – The Johnstown Monster (MM) (Inglaterra) (cofot. Clive Tickner).

Bibliografia

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Dicionário de Fotógrafos do Cinema Brasileiro. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2011.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.