fbpx

Referendo (2012)

No dia 23 de outubro de 2005 o Brasil votou em uma eleição incomum. Não se tratava de eleger partidos ou representantes para cargos legislativos ou executivos. A questão era responder SIM ou NÃO a uma única pergunta: “o comércio de armas e munição deve ser proibido no Brasil?” A discussão, que teve início na época, perdura até hoje, pois diz respeito a cada um de nós. O filme se propõe a estimular essa troca de ideias, com revelações surpreendentes numa estrutura de grande debate.

Dirigido por Jaime Lerner, Referendo foi um dos dez filmes escolhidos no edital Rio Grande do Sul – Pólo Audiovisual de Apoio a Projetos de Finalização de Longas-metragens, promovido em 2011 pelo Governo Gaúcho, através da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac).

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Referendo (2012) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Jaime Lerner
Direção de Fotografia: Jaime Lerner
Empresas Produtoras: Usina | Manga Rosa Filmes

Brasil | Documentário | cor | 85 min. | 2012

Classificação Indicativa: 12 anos

Bibliografia

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Referendo. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/referendo/
ZERO HORA. Disponível no endereço: http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/cultura-e-lazer/segundo-caderno/noticia/2011/12/governo-anuncia-10-longas-metragens-gauchos-vencedores-de-edital-para-finalizacao-3601554.html. Acesso em: 20 de dez. de 2011.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.