fbpx

Rejane Goulart (1954-2013)

Biografia

FOTO Rejane Goulart 01Rejane Goulart (nome de batismo: Rejane Vieira Costa) foi uma atriz, Miss Brasil e segunda colocada no Miss Universo 1972, nascida na cidade de Cachoeira do Sul no dia 15 de novembro de 1954. Faleceu no Rio de Janeiro no dia 26 de dezembro de 2013.

Nascida em Cachoeira do Sul, no Rio Grande do Sul, Rejane criou-se na cidade de Pelotas, no mesmo estado, onde levava uma vida simples. Aos 17 anos de idade, quando trabalhava como vendedora numa loja de calçados, foi descoberta por clientes e convidada para participar do concurso Miss Pelotas. Após a vitória no concurso, participou do Miss Rio Grande do Sul, no qual também obteve o primeiro lugar, o que a levou ao Miss Brasil, que venceu em 23 de junho, sendo eleita para representar o país no Miss Universo daquele ano. Neste concurso, obteve o segundo lugar, perdendo o título para a australiana Kerry Anne Wells. Na volta de Porto Rico, onde se tornou a quarta brasileira segunda colocada no Miss Universo, Rejane recebeu uma recepção apoteótica em Porto Alegre, desfilando em carro aberto pelas ruas da cidade sob chuva de papel picado.

Mais de uma década após seu reinado, começou sua carreira de atriz nas telenovelas da Rede Globo com o nome de Rejane Goulart, sobrenome de casada. Em 1985, estreou em Ti Ti Ti e nos anos seguintes participou de várias outras como Felicidade (1991-92), A Viagem (1994) e Era uma vez (1998). Atuou também no cinema, ao lado de Grande Otelo, no filme Negrinho do Pastoreio.

Depois de 12 anos fora da televisão, retornou às telas na Rede Record, emissora na qual interpretou a personagem Larissa na telenovela Ribeirão do Tempo (2010-2011).

Rejane morreu em 26 de dezembro de 2013 aos 59 anos de idade, em decorrência de um acidente vascular cerebral. Ela se recuperava de uma trombose sofrida na perna após um acidente causado por uma queda ocorrido em abril do mesmo ano. Deixou dois filhos: Rodrigo, fruto do casamento com Rubens Goulart, e Júlia, da relação com o diretor de produção Ítalo Granato.

Segundo o missólogo e amigo da atriz, Evandro Hazzy, Rejane tomava medicamentos para hipertensão arterial e era bastante ansiosa. O uso de remédios aumentou após ela ter descoberto um aneurisma.

Filmografia

1973 :: Negrinho do Pastoreiro

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.