fbpx

Renato Ciasca

A parceria do produtor, diretor e roteirista Renato Ciasca com o diretor Beto Brant vem de 1982, quando se conheceram no curso de cinema da FAAP. A partir de 1984, eles se associaram em diversos projetos artísticos, o primeiro deles o curta de formatura, Aurora. O curta venceu prêmios nos festivais de Gramado e Brasília (melhor filme em 16 mm).

Depois de viajar por diversos países, como EUA, Austrália, Índia, Nepal e vários da América do Sul, em 1994, Renato engajou-se em Os Matadores. Participou, como produtor e co-roteirista dos longas Ação Entre Amigos (1998) e O Invasor (2001). Em 2004, produziu e co-dirigiu (com Eduardo Quintino) o documentário Corrida de Aventura – Perrengue na Chapada. Em 2005, produziu o longa Crime Delicado.

Ao lado de Beto Brant, dirigiu o longa Cão sem Dono (2007), rodado em Porto Alegre. Em 2009 produziu a série de TV O amor segundo B. Schianberg, veiculada pela TV Cultura e SESCTV. Produz também o documentário de longa-metragem Orquestra Jazz Sinfônica dirigido por Luiz Otávio de Santi, com previsão de lançamento em 2010.

No momento está produzindo o lançamento da versão para o cinema de O amor segundo B. Schianberg. Ao mesmo tempo, está iniciando a pré-produção do filme Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios, que será filmado a partir de agosto no Pará, e dirigido novamente em parceria com Beto Brant.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.