fbpx

Rifa-se uma mulher (1969)

Sinopse

Uma jovem da alta sociedade decide rifar-se a si mesma a fim de conseguir dinheiro para concluir a construção de um hospital, obra social a que se dedicara. Tira uma fotografia despida, manda fazer diversas cópias, que são numeradas e vendidas. O plano, inicialmente, estava previsto para limitar-se às pessoas de sua intimidade, sendo adotadas diversas providências para que a fotografia não fosse vista de um círculo limitado. Mas aquelas providências resultam insatisfatórias e, em pouco tempo, a rifa ultrapassa os limites sob controle de sua promotora. O fato se torna o principal assunto da cidade e as fotos-rifas são vendidas, e adquiridas vorazmente, em toda parte na rua, nas Universidades, escritórios, lojas. A jovem vê-se de repente em sérias dificuldades, mas consegue livrar-se de todas e, finalmente, concluir a construção do hospital.

Elenco

Rodrigues, Pepita (Marta)
Persia, Myriam (Ana Maria)
Aquino, Carlos (Luiz)
Avancini, Lara (Marina)
Ferry, Alice
Schetini, Carlos
Tomassini, Aurélio (Carlos Alberto)
Lacerda, Patricia (Irmã de Carlos Alberto)
Costa, Haroldo (Motorista)
Drable, Kleber
Gomes, Hilton
Vaz, Joel
Camargo, Armando
Wolf, Jak
Bronzeado, Levi
Matesco, Oswaldo (velho da rifa)

Ator(es) Convidado(s):
Helena, Heloisa (Carmen)
Brasini, Mário(Ministro Walter)

Participação especial:
Mello, Paulo Graça(César)

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Rifa-se uma mulher (1969) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Célio Gonçalves
Argumento: Célio Gonçalves
Roteiro: Gonçalves, Célio; Mendonça, João; Aquino, Carlos
Produção: Gonçalves, Célio; Senna, Júlio
Direção de produção: Lessa, Odorico; Bronzeado, Levy
Assistência de direção: Mellinger, F. M. L.; Cavalcanti, Cezar; Valeiras, Andres
Continuidade: Daudt, João
Direção de fotografia: Smith, Antônio; Gonçalves, Antônio
Assistência de fotografia: Riva, Angelo
Animação: Bastos, Jorge
Eletricista: Santos, Mario Rodrigues dos; Simões, Jorge Antonio; Oswaldo; Marivaldo
Maquinista: Mojica, Danilo
Sonografia: Motta, Onélio; Vianna, Aloysio
Montagem: Mello, João Ramiro
Cenografia: Senna, Júlio
Consultoria de cor: Kemeny, Oswaldo Cruz
Maquiagem: Arnaus, Maria
Companhia Produtora: Célio Scheiner Gonçalves Produções Artisticas
Companhia Distribuidora: Unibrasil Filmes Ltda.

Canção
Título: Você me varreu da face da terra;
Autor da canção: Senna, Julio;
Autor da música da canção: Senna, Julio;
Intérprete: Santos, Os;

Título: Acabou-se o que era doce;
Autor da canção: Senna, Julio;
Autor da música da canção: Senna, Julio
Intérprete: Diva, Eleonora;
Orquestração: Remo Usai;

Título: Seuls au monde;
Autor da canção: Mauriat, Paul;

Título: Ponteio;
Autor da canção: Mauriat, Paul

Título: Eu e brisa;
Orquestração: Panicalli, Lirio

Título: Cidade vazia
Intérprete: Powell, Baden

Bibliografia

Fontes utilizadas:
CB/Transcrição de letreiros-Cat
Guia de Filmes, 23

Fontes consultadas:
ACPJ/II
Press-sheet

Livros:

BALADI, Mauro. Dicionário de Cinema Brasileiro: filmes de longa-metragem produzidos entre 1909 e 2012. São Paulo: Martins Fortes, 2013.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Rifa-se uma mulher. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/rifa-se-uma-mulher/

Observações:
O filme apresenta cortes feitos pela Censura na 3ª parte, seqüência em que a jovem aparece com os seios desnudos numa banheira e dela levantando-se.
F.M.L. Mellinger é o nome abreviado de Fritz Meldy Lucien Mellinger.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.