fbpx

Rio, 40 Graus (1955)

Sinopse

Num domingo carioca, a vida é retratada através de cinco pequenos vendedores de amendoim. Em Copacabana, Pão de Açucar, Corcovado, Quinta da Boa Vista e Estádio do Maracanã, pontos turísticos da cidade, eles procuram compradores para seus produtos. O calor escaldante de 40 graus acaba por unir as aflições dos moradores humildes, que buscam algo de melhor para suas vidas. Depois de um dia atribulado, a alegria de viver toma conta de suas vidas, quando participam do ensaio geral das Escolas de Samba.

Elenco

Souza, Modesto de
Roberto Battaglin
Jece Valadão
Beatriz, Ana
Glauce Rocha
Moreno, Claudia
Moutinho, Carlos
Moura, Hilda
Serafim, Arinda
Miranda, Ivone
Cahet, Ary
Nicolau
Cavalcanti, Pedro
Oliveira, Nelson
Norival
Hélio
Pepes, Alfeu Gomes
Sequeira, Walter
Blanche, Riva
Carol
Ribeiro, Georvan
Keti, Zé
Catarino, Oswaldo
Vargas Junior, Arthur
Novaes, Antonio
Matosinho, Paulo
Carlos, Antonio
Silva, Diamantino
Paul, Fenelon
Neves, Jader
Montel, Paulo
Montel, Arnaldo
Paroni, Domingos
Borges, Celso
Ghiu, Al
Vieira, Artur José
Sérgio
Fabrízio, Clara
Mendonça, Mauro
Mendonça, Olavo
Bonifácio, José
Silva
Brandão, Jorge
Farah, Jorge
Tereza, Cleo
Souza, Carlos de
Costa, Aloísio
Barreto, Jarbas
Vianny, Elza
Alkalay, Sofia
Gonçalves, Julia
Alvaiade
Souza, Jackson de
Raymundo, Paulo
Gonzaga, Castro
Rozemberg, Miguel
Jaime Filho
Maria, Nadia
Consorte, Renato
Francisco, Martim
G. R. Escola de Samba Portela
G. R. Escola de Samba Unidos do Cabuçú
Estevão, Paulo
Araújo, José Carlos de
Oliveira, Haroldo
César, Valdo

Apresentando:
Pequenos vendedores de amendoim
Vitoriano, Edison
Apolinario, Nilton

Participação especial:
Cabral, Sady

Ficha Ténica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Rio, 40 Graus (1955) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Nelson Pereira dos Santos
Argumento: Nelson Pereira dos Santos
Roteiro: Arnaldo de Farias e Nelson Pereira dos Santos
Assistência de direção: Jece Valadão
Continuidade: Guido Araújo
Produção: Nelson Pereira dos Santos
Assistência de produção: Bonder, Jacob
Equipe de produção: Cury, Cyro Freire; Barros, Mário; Jardim, Luiz; Guiton, Louis Henri; Kasinski, Pedro
Gerente de produção: Mendonça, Olavo
Direção de fotografia: Hélio Silva
Assistência de fotografia: Keti, Zé; Ribeiro, Ronaldo
Assistência de câmera: Ribeiro, Ronald Lucas; Jesus, José Flores
Direção de som: Riva, Amedeo
Ruídos de sala: Araujo, Arlenio de
Montagem: Valverde, Rafael Justo
Cenografia: Romiti, Julio; Samoiloff, Adrian
Companhia Produtora: Equipe Moacyr Fenelon
Companhia Distribuidora: Columbia Pictures do Brasil

Dados adicionais de música
Partitura musical: Gnatalli, Radamés

Canção
Título: Voz do morro, A;
Intérprete: Keti, Zé;

Título: Relíquias do Rio antigo;
Intérprete: Pereira, Moacyr Soares e Silva, João Batista da;

Título: Poeta dos negros;
Intérprete: Silva, João Batista da e Santos, José dos;

Título: Leviana
Intérprete: Kéti, Zé

Locação: Rio de Janeiro – DF

Prêmios

Prêmio Saci, 1956, SP, de Menção Especial para Santos, Nelson Pereira dos..
Prêmio Governador do Estado, 1956, SP, de Melhor Roteiro para Santos, Nelson Pereira dos..
Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator para Valadão, Jece, Melhor Argumento para Santos, Nelson Pereira dos no Festival do Distrito Federal, 4, 1956, RJ..
Prêmio Jovem Talento no Festival de Karlovy-Vary, 1956 – CZ.

Bibliografia

Fontes utilizadas:
CCSP/LMP
CENS/I
HS/NPS

Fontes consultadas:
F Curto/CRRS
JW/CF
CENS/II
JRT/MPTC
FSN/MCB
ALSN/DFB-LM
IS/RI
ACPJ/I
HS/NPS

Livros:

SADLIER, Darlene J.. Nelson Pereira dos Santos. Chicago: University of Illinois Press, 2003.

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Rio, 40 Graus (1955). Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/

Observações:
Outras fontes apontam o título: RIO, 40 GRAUS.
AV/ICB informa o argumento de Arnaldo de Farias.
ACPJ/I acrescenta: Unidas Filmes como distribuidora; Carlos N. Olmedo como continuísta; Carlos Pereira como assistente de som e Victor Clark como assistente de montagem.
Letreiro inicial informa: Nelson Pereira dos Santos apresenta a cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro…
IS/RI informa que o filme foi inteiramente censurado, mas após uma árdua campanha em pró de sua liberação, RIO QUARENTA GRAUS teve sua exibição permitida no dia 31.12.1955.
HS/NPS nomea a equipe de produção como Equipe Moacyr Fenelon.
Festival do Distrito Federal: Festival de Cinema do Distrito Federal.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “Rio, 40 Graus (1955)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.