fbpx

Rio de Jano (2003)

Sinopse

No fim do ano de 2000 o desenhista francês Jano, especialista em cadernos de viagem, visitou o Rio de Janeiro. Durante 50 dias, em sua terceira vinda, ele deu um profundo mergulho na vida carioca ao conhecer lugares jamais representados nos cartões-postais e pessoas de todas as classes sociais.

O resultado desta incursão é um álbum que se tornou obra de referência quando o assunto é o modo de ser do carioca contemporâneo, o seu jeito sui generis de levar a vida e os contrastes desta cidade ao mesmo tempo bela e pobre, alegre e violenta.

O filme é uma espécie de tratado antropológico visual e pop, que impressiona pela riqueza e precisão dos detalhes. O documentário acompanha o processo de criação desta obra e traz uma cidade sob um ângulo inusitado, a partir do aguçado e raro senso de observação e percepção do desenhista.

Ficha Técnica

Direção: Anna Azevedo, Eduardo Souza Lima e Renata Baldi
Estúdio: Hy Brazil Films
Distribuição: Riofilme / Grupo Novo de Cinema e TV
Roteiro: Anna Azevedo, Eduardo Souza Lima e Renata Baldi
Produção: Anna Azevedo
Música: Lucas Marcier e Rodrigo Marçal
Fotografia: Mário Carneiro e André Vieira
Edição: Renata Baldi e Cristiana Grumbach

Bibliografia

Internet:

EDUARDO SOUZA LIMA – VIMEO. Eduardo Souza Lima (Zé José)

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Um comentário em “Rio de Jano (2003)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.