fbpx

Rodolfo Icsey (1905-1986)

FOTO Rudolf IcseyRudolf Icsey de Szabadhegy, em arte mais conhecido como Rudolf Icsey ou Rodolfo Icsey ou Rudolph Icsey ou Icsey Rezsõ, foi um diretor de fotografia, operador de câmera e iluminador nascido em Poprad (Popradfelka), na Eslováquia (Hungria), no dia 18 de maio de 1905. Fotógrafo com longa carreira em seu país, onde é conhecido como Icsey Rezsõ.

O ofício do fotógrafo ele aprendeu com seu pai. No ano de 1919, numa oficina em Budapeste, foi funcionário de fotógrafo e empregado de laboratório de fotografia. Desde 1924, trabalhou numa Fábrica de Cinema Pedagógico. Em 1925, assumiu a função de cameraman na Magyar Film Office filmando principalmente filmes culturais e de arte.

Seu primeiro filme data de 1936, Szenzáció, em parceria com Károly Kurzmayer. Em 1939, foi contratado pela produtora Hunnia Filmgyárhoz, passando a produzir longas-metragens. Ele foi quase o único que conseguiu filmar uma produção atrás da outra enquanto outros operadores não conseguiam ter tanta constância. Aprendeu a lidar com a filmagem colorida, quando estudou cinema na Academia em 1945-1946.

Fotografou filmes culturais, dos quais incluem Beszélő kövek városa (1939), vencedor de uma medalha de bronze na Bienal de Veneza; A magyar falu művészete (1937), que ganhou a medalha de Paris Grand Prix. Fez também uma série de filmes aclamados pela crítica fotografando, muitas vezes com outros operadores de câmara, ou compartilhando com ele os departamentos de fotografia nos estúdio por onde passou, ou mesmo fora deles. Ele filmou em 1945 e 1946, mesmo em casa. Em 1947, emigrou para a Áustria, a Alemanha Ocidental e Itália. Entre 1947-1948, trabalhou na Áustria (Geiger udvari tanácsos, A májfolt); de 1949 a Itália (Idegrohamok) e, finalmente, Brasil.

Chegou ao Brasil em 1955 com dois compatriotas: o também fotógrafo Ferenc Feket e o diretor Didier A. Hamza, a convite de Mário Audrá Jr., para trabalhar na Cinematográfica Maristela, em São Paulo. Em 1955, ele foi para o Brasil, onde fundou o Black Francis cameraman Cinebraz empresa cinematográfica. Por aqui, seu primeiro filme foi Quem Matou Anabela?, de 1956. Como tantos outros técnicos que chegaram nessa época, se encantou com o nosso país e por aqui ficou, constituindo sólida carreira nos anos seguintes. Tornou-se parceiro de Walter Hugo Khouri, com quem fez Noite Vazia (1964) e Estranho Encontro (1957); e de Amácio Mazzaropi, para quem assina a fotografia de diversos filmes como Jeca Tatu (1959), Casinha Pequenina (1963), O Jeca e a Freira (1967), entre muitos outros.

No final dos anos 1960, início da década de 1970, dirigiu comédias, musicais e eróticas, o início da pornochanchada, como A Arte de Amar Bem e Lua-de-Mel e Amendoim, ambas de 1970, água com açúcar perto do que viria pela frente em nosso cinema.

Em 1972, fotografa talvez seu mais importante filme, Independência ou Morte, superprodução paulista de Oswaldo Massaini, onde pode demonstrar todas as suas habilidades com as cores, tanto que, a seu respeito, Aníbal Massaíni Neto, filho de Oswaldo, declarou: Icsey age, durante as filmagens, como um verdadeiro membro de equipe, dirigindo a fotografia efetivamente com o diretor e transmitindo experiência aos auxiliaries.

Seu brilhante trabalho produzido em filmes brasileiros lhe rendeu reconhecimento materializado em diversas premiações, das quais a mais prestigiada da época, o Prêmio Saci.

Em 1974, fez seu último filme, Pontal da Solidão, dividindo a fotografia com Mário Carneiro. A partir daí, se aposenta.

Rodolfo Icsey faleceu aos 81 anos de idade em São Paulo (SP) no dia 13 de julho de 1986.

Na vida pessoal, foi casou-se algumas vezes. No dia 27 de setembro de 1934, casou-se com Maria Belescsák, de quem se divorciou em 18 de outubro de 1955. Segundo outras fontes, casou-se novamente em 23 de maio de 1940, com Gisella Bucsinszky, a quem sua filha Catherine nasceu em Edina (em 1942). Sua segunda esposa, em 1963, Ondira Monteira.

Filmografia

:: Filmografia como Diretor de Fotografia ::

(No Brasil):

1974 :: Pontal da Solidão (cofot. Mário Carneiro)
1972 :: O Grito (CM) (codir. Antônio Meliande e Osvaldo de Oliveira)
1972 :: As Deusas (cofot. Antônio Meliande)
1972 :: Independência ou Morte
1971 :: Lua-de-Mel e Amendoim (Episódio: Lua de Mel & Amendoim)
1970 :: A Arte de Amar Bem
1970 :: Cleo e Daniel
1970 :: Janjão Não Dispara… Foge!
1970 :: A Moreninha (cofot. Oswaldo Cruz Kemeny)
1969 :: A Compadecida
1969 :: Agnaldo, Perigo à Vista
1969 :: Pára, Pedro!
1969 :: Até que o Casamento nos Separe
1968 :: O Jeca e a Freira
1968 :: O Quarto
1966 :: O Corintiano
1966 :: Tempo Passado (CM)
1966 :: O Corpo Ardente
1966 :: Perto do Coração Selvagem (CM)
1966 :: Mário Gruber (CM)
1966 :: Noturno (CM)
1965 :: Meu Japão Brasileiro
1964 :: Técnica e Organização (CM)
1964 :: O Lamparina
1964 :: Noite Vazia
1963 :: Casinha Pequenina
1963 :: A Ilha
1962 :: O Vendedor de Linguiça
1961 :: Mulheres e Milhões
1961 :: Tristeza do Jeca
1960 :: As Aventuras de Pedro Malasartes
1960 :: Zé do Periquito
1960 :: Mistério na Ilha de Vênus (Macumba Love) (Brasil/EUA)
1960 :: Na Garganta do Diabo
1959 :: O Jeca Tatu
1959 :: O Preço da Vitória
1959 :: Moral em Concordata
1958 :: Chofer de Praça
1958 :: Vou Te Contá
1957 :: Estranho Encontro
1957 :: Arara Vermelha
1957 :: Cara de Fogo
1957 :: Casei-me com um Xavante
1956 :: Doutora é Muito Viva
1956 :: Quem Matou Anabela?
1956 :: Curuçu, O Terror do Amazonas (Curucu, Beast of the Amazon) (Brasil/EUA)

:: Filmografia como Operador de Câmera ::

1956 :: A Pensão da D. Stela

(Hungria)

1950 :: Sangue sul sagrato (Itália/EUA)
1948 :: Der Leberfleck (Áustria)
1947 :: Der Hofrat Geiger (Áustria) (cofot. Ladislaus Szemte)
1946 :: Aranyóra
1946 :: Madách: Egy ember tragédiája
1944 :: A Három Galamb
1944 :: Egy pofon, egy csók (como Icsey Rezsõ)
1944 :: Fiú vagy lány? (como Icsey Rezsõ)
1944 :: Nászinduló
1944 :: Magyar sasok
1944 :: Sárga kaszinó (Hungria/França)
1944 :: Machita
1944 :: Futótüz
1944 :: Muki
1944 :: Éjféli keringö
1944 :: Szováthy Éva (cofot. Rudolf Piller)
1943 :: Boldog idök
1943 :: Sziámi macska
1943 :: Orient Express (cofot. Ferenc Fekete)
1943 :: Ragaszkodom a szerelemhez (como Icsey Rezsõ)
1943 :: Egy szoknya, egy nadrág (como Icsey Rezsõ)
1943 :: Álomkeringö
1942 :: Annamária (como Icsey Rezsõ)
1942 :: Szeptember végén (como Icsey Rezsõ)
1942 :: Szíriusz (como Icsey Rezsô)
1942 :: Szép csillag (como Icsey Rezsõ)
1942 :: Bajtársak (como Icsey Rezsõ)
1942 :: Férfihüség
1942 :: Szabotázs (cofot. István Berendik)
1942 :: Fráter Loránd (como Icsey Rezsõ)
1942 :: Keresztúton
1941 :: Régi keringö
1941 :: Életre ítéltek!
1941 :: A szüz és a gödölye
1941 :: Édes ellenfél
1941 :: Európa nem válaszol (como Icsey Rezsõ)
1941 :: A kegyelmes úr rokona (como Icsey Rezsõ)
1941 :: Eladó birtok
1940 :: Hétszilvafa
1940 :: Zárt tárgyalás (como Icsey Rezsõ)
1940 :: Sok hühó Emmiért
1940 :: Kelet felé… (Documentario) (como Icsey Rezsõ)
1940 :: Erzsébet királyné (como Icsey Rezsõ)
1940 :: Zavaros éjszaka
1940 :: Te vagy a dal
1940 :: Pénz beszél (como Icsey Rezsõ)
1940 :: Erdélyi kastély (como Icsey Rezsõ)
1940 :: Párbaj semmiért
1940 :: Az utolsó Vereczkey (como Icsey Rezsõ)
1940 :: Bercsenyi huszárok (como Icsey Rezsõ)
1939 :: Mátyás Rendet Csinál (interiors) (cofot. István Somkúti)
1939 :: Szervusz Péter!
1939 :: Hölgyek elönyben (como Icsey Rezsõ)
1939 :: Tökéletes férfi (como Icsey Rezsõ)
1939 :: Nem loptam én életemben
1939 :: Pénz áll a házhoz (como Icsey Rezsõ)
1939 :: Bors István (como Icsey Rezsõ)
1939 :: Magyar Feltámadás
1939 :: Pusztai királykisasszony (como Icsey Rezsõ)
1938 :: Varjú a toronyórán (como Icsey Rezsõ)
1938 :: A leányvári boszorkány (como Icsey Rezsõ)
1938 :: A papucshös (como Icsey Rezsõ)
1936 :: Szenzáció (cofot. Károly Kurzmayer)
1936 :: Pókháló
1936 :: Ember a híd alatt (como Icsey Rezsõ) (cofot. Károly Kurzmayer)
1936 :: Café Moszkva (como Icsey Rezsõ) (cofot. Willy Goldberger)
1935 :: Hallali (Documentary short) (como Icsey Rezsõ)

:: Filmografia como Operador de Câmera ::

1970 :: A Moreninha
1956 :: A Pensão de D. Estela

:: Filmografia como Iluminador ::

1957 :: Cara de Fogo

Bibliografia

Fontes de Referência:

Livros:

SILVA NETO, Antonio Leão da. Dicionário de Fotógrafos do Cinema Brasileiro. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2011.

Internet:

HANGOS FILM. Icsey Rezso. Disponível no endereço: http://www.hangosfilm.hu/filmenciklopedia/icsey-rezso
HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Rodolfo Icsey. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/rodolfo-icsey/
IMDB. Rodolfo Icsey. Disponível no endereço: http://www.imdb.com/name/nm0406804/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

4 comentários sobre “Rodolfo Icsey (1905-1986)

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.