fbpx

São Paulo Sociedade Anônima (1965)

Sinopse

Em São Paulo, entre 1957 e 1961, é mostrada a trajetória de Carlos (Walmor Chagas), que pertence à classe média. Guiando-se pelas chances imediatas que lhe são dadas pela sociedade, ele ingressa numa grande empresa. Depois aceita um cargo numa fábrica de auto-peças, da qual torna-se gerente. A certa altura se vê na pele de um chefe de família, que trabalha muito, ganha bem, mas vive insatisfeito. Sem projeto de vida ou perspectivas de se opor à condição que rejeita, só lhe resta fugir.

Grande painel sobre o impacto das transformações sociais e econômicas de São Paulo, no surto da implantação da indústria automobilística, sob a visão de um sujeito em ascensão. No início da urbanização de São Paulo, Carlos após casar-se, ter amantes e progredir socialmente ao unir-se a um empresário do setor automobilístico, entra em crise e tenta abandonar sua carreira e sua vida conjugal.

Elenco

Marta Gonda …. Filha de Arturo
Marcos Newman …. Filho de Carlos
Armando Paschoal
Sérgio Hingst
Ricardo Gonda …. Filho de Arturo
Renato Gonda …. Filho de Arturo
João Chalherani
Osmano Cardoso
Victorio Bondiolli
Sílvio Rocha
Armando Sganzerla
Altamiro Martins
Jean Laffront
Nadir Fernandes
Maria Lysia
Kléber Macedo
Carmem Maria
Cecília Rabelo
Eva Wilma …. Luciana
Ana Esmeralda …. Hilda
Lenoir Bittencourt
Otello Zeloni …. Arturo
Mário F. C. Aldrá
Etty Fraser …. Neighbor

Apresentando:
Walmor Chagas …. Carlos
Darlene Glória …. Ana

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de São Paulo S.A. (1965) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Luis Sérgio Person
Argumento: Luis Sérgio Person
Roteiro: Luis Sérgio Person
Diálogos: Luis Sérgio Person
Assistência de direção: Pedro Carlos Rovai
Produção: Gouvêa, Renato Magalhães
Produção executiva: Penteado, Nelson Mattos
Assistência de produção: Orlando, Ramirez; Martin, Miguel A.
Equipe de produção: Camargo, Mario Pimenta
Direção de Fotografia: Ricardo Aronovich
Assistência de câmera: Kusnetzoff, Hugo; Almeida, João de
Animação: Ede Aguiar
Foco: Hugo Kusnetzoff
Direção de som: Costa, Juarez Dagoberto da
Técnico de som: Foscolo, Carlos; Bonnas, Waldir
Som direto: Foscolo, Carlos; Bonnas, Waldir
Montagem: Glauco Mirko Laurelli
Assistente de montagem: Milani, Roberto
Montagem de som: Glauco Mirko Laurelli
Direção de arte: Laffront, Jean
Figurinos: Confecções Tomaso
Maquiagem: Almeida, José de
Música: Cláudio Petraglia, Francisco Alves e David Nasser
Trilha musical: Cláudio Petraglia
Companhias Produtoras: Socine Produções Cinematográficas | Lauper Films
Companhia Distribuidora: Columbia Pictures of Brasil Inc.

Canção
Título: Favela;
Autor da canção: Petraglia, Claudio;
Autor da música da canção: Tavares, Hekel e Camargo, Joracy;

Título: Dois corações;
Autor da canção: Petraglia, Claudio;
Autor da música da canção: Salgado, Pedro;

Título: Fim de ano
Autor da canção: Petraglia, Claudio
Autor da música da canção: Alves, Francisco e Nasser, David

Locação: São Paulo; Guarujá – SP

Prêmios

Prêmio governador do Estado de São Paulo, 1965, SP, de Melhor argumento para Person, Luis Sérgio e melhor edição para Laurelli, Glauko Mirko..
Prêmio Cidade de São Paulo, Júri Municipal de cinema, 1965, SP, de Melhor direção e Melhor edição para Person, Luiz Sérgio; Melhor atriz para Wilma, Eva; Melhor ator secundário para Zelloni, Otello; melhor fotografia para Aronovich, Ricardo..
Prêmio Saci, 1966, SP, de melhor atriz secundária para Glória, Darlene..
Prêmio Curumim, Clube de Cinema de Marília, 1968, SP..
Menção Honrosa para Person, Luis Sérgio na Semana do Cinema Brasileiro, 1, 1965, Brasília, DF..
Melhor direção no Festival de Santa Rita do Passa Quatro, 1966, SP..
Melhor filme; Melhor direção para Person, Luis Sergio; Melhor ator para Zelloni, Otelo e Melhor atriz para Wilma, Eva no Festival de Cinema de Marília, 2, 1968, SP..
Prêmio de Público no Festival Internacional do Cinema Novo, 1965, Pesaro – IT..
Prêmio Cabeza de Palenque no Festival Internacional do Filme, 1965, Acapulco – MX.

Bibliografia

Fontes de Referência:

Fontes utilizadas:

Material examinado
CB/Ficha Filmográfica
JCB/BTC
CENS/IV
ALSN/DFB-LM
CCSP/LMP
Programadora Brasil/5

Fontes consultadas:

ACPJ/I
LRB/CP
Guia de Filmes, 68
CENS/I
CENS/II
RB/AN65
MIS/Person

Internet:

http://www.cinemateca.org.br/ – Cinemateca Brasileira – Brasil

Observações:

ACPJ/I inclui no elenco Sergio Hingst; Aloisio Castro, Ingrid Thomas e Jorge Mautner.
MIS/Person indica câmera de Ricardo Aronovich.
Programadora Brasil/5 informa que a obra participa do Programa 51, intitulado São Paulo Sociedade Anônima.

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

2 comentários sobre “São Paulo Sociedade Anônima (1965)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.