fbpx

Severina (2016)

Trailer

Sinopse

Dono de livraria (Javier Drolas) se encanta com uma mulher (Carla Quevedo) que visita sua loja e volta dia após dia para cometer furtos. Inicialmente ele não reage, mas numa das vezes, mais interessado em puxar conversa do que recuperar o prejuízo, ele a encurrala. Ela passa então a pegar livros em outros estabelecimentos, porém ele não está disposto a se libertar da misteriosa obsessão.

Trata-se do primeiro filme solo de Felipe Hirsch na direção.

O longa, que é uma coprodução Brasil-Uruguai, é protagonizado por Javier Drolas (de Medianeras) e produzido por Rodrigo Teixeira (o mesmo de Me Chame Pelo Seu Nome, A Bruxa e Frances Ha).

Baseado na obra de Rodrigo Rey Rosa, o filme estreia 12 de abril de 2018 nos cinemas.

Elenco

Javier Drolas
Carla Quevedo …. Severina
Alfredo Castro …. Otto
Daniel Hendler
Mirella Pascual
Alejandro Awada
Gonzalo Delgado
Néstor Guzzini

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Severina (2016) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Felipe Hirsch
Roteiro: Felipe Hirsch
Produção: Rodrigo Teixeira
Coprodutor: Diego Robino
Produção Executiva: Raphael Mesquita e Ana Kormanski
Diretor de fotografia: Rui Poças
Trilha Sonora: Arthur De Faria
Empresa Produtora: RT Features
Distribuição: Sessão Vitrine Petrobras

Bibliografia

Livros:

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Severina. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/severina/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.