fbpx

Simonal, Ninguém sabe o duro que dei (2009)

Sinopse

Numa época de talentos eternos e revolucionários, Wilson Simonal brilhou como ninguém e inovou como poucos.

Juntando qualidade, carisma, simpatia, suingue, charme, sensualidade e muito talento, ele se tornou a sensação do Brasil e ainda conquistou o público internacional.

De repente tudo acabou. Boatos, acusações, mistérios, patrulhas e perseguições. Simonal, Ninguém sabe o duro que dei tenta esclarecer o que aconteceu com Wilson Simonal?

Elenco

Wilson Simonal
Ricardo Cravo Albin
Castrinho
Sérgio Cabral
José Bonifácio de Oliveira Sobrinho
Chico Anysio
Sandra Cerqueira
Mário Sabá
Raphael Viviani
Tony Tornado
Pelé
Paulo Moura (III)
Nelson Motta
Luís Carlos Miele
Wilson Simoninha
Jaguar
Barbara Heliodora
Max de Castro
Arthur da Távola

Ziraldo

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Simonal, Ninguém sabe o duro que dei (2009) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Calvito Leal, Cláudio Manoel e Micael Langer
Roteiro: Calvito Leal, Cláudio Manoel e Micael Langer
Produtores: Calvito Leal, Cláudio Manoel, Lorena Bondarovsky e Micael Langer
Produtores Associados: Raul Schmidt e Roberto Berliner
Produção Executiva: Manfredo G. Barretto e Rodrigo Letier
Coordenadora de Produção: Lorena Bondarovsky
Direção de Fotografia: Gustavo Hadba
Direção de Arte: Eduardo Souza e Rodrigo Lima / Pavê
Montagem: Pedro Duran e Karen Akerman
Trilha Sonora Original: Berna Ceppas
Empresa Produtora: Jaya | TvZERO | Zohar
Empresa Coprodutora: Globo Filmes
Distribuição: Riofilme | MovieMobz

Bibliografia

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

5 comentários sobre “Simonal, Ninguém sabe o duro que dei (2009)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.