fbpx

Tambor ou Bola (2019)

Inspirado na trajetória do percussionista quilombola, Wilson Santos, fundador da Orquestra de Tambores, um personagem que dedica parte de sua vida à música e ao trabalho de difusão da percussão popular como ferramenta para inserção social de jovens da periferia. personagem real, arquétipo de tantos outros indivíduos reais da periferia em nossas inocentes lembranças, alegrias e dificuldades cotidianas.

E ainda, num mundo onde lobos devoram lobos, um ser humano que sente e percebe a existência de tantos outros garotos e garotas, que vivem perdidos nos labirintos das ruas e nas encruzilhadas da vida, marginalizados, criando e reinventando suas próprias existências, suas brincadeiras e aventuras, ainda sem o auxílio do novelo de Ariadne para guiá-los de volta à vida e à liberdade. Contrariando a lógica de uma sociedade excludente, com todas as suas adversidades, nosso personagem encontra na música o caminho para sua afirmação humana e profissional e ainda, como um instrumento para ajudar outras crianças e adolescentes.

Elenco

Wilson Santos
Weverton Justino Lisboa (Tampa)

Elenco Infanto-Juvenil: Carla Vitória da Silva, Cleísson Vicente da Silva, Islane Vitória Barbosa da Silva Melo, Mateus dos Santos e Wallyson Lucas da Silva Lima.

Figuração Infantil: Edjania Barbosa da Silva, Erica Barbosa da Silva, Ericleide Barbosa da Silva, José Paulo Victor da Silva, Kauã Roberto da Silva, Rihanne Victória Lima da Silva, Ryan Victor Lima da Silva e Thayná Ingrid Da Silva Santana.

Elenco Secundário: Andréa Fausto Justino – Mãe; Claudio Felipe Da Silva (Felipe) – Batuque Mundaú; Delberto Santana – João do Bar; Brayan Santos – Batuque Mundaú e Maria Anunciada Silvestre da Silva – Benzedeira.

Entrevistados: Edson Bezerra, Nany Moreno e Wilson Santos.

Elenco de Apoio: Carlos Daniel da Conceição, Cineide de Oliveira Silva, Edcarlos Farias da Silva, Flavia Francisca da Silva Lima, Gilda Gonçalves Jatobá, José Claudemir de Oliveira (Cabeleira), José Thalisson Silva dos Santos, Joyce Mary Ambrozio dos Santos, Maria Crislane do Nascimento, Maycon Douglas Jatobá dos Santos (Babalorixá Maycon), Natasha Wanderfull, Wellington Justino Lisboa Silva e Yasmin de Souza da Silva.

Orquestra de Tambores: Andreia Matias, Dalmo Almeida, Dani Lins, Izaias Chico, Sandro Santana, Sérgio Santana e Wilson Santos.

Grupo de Percussão Afro Dendê: Laércio Gomes da Silva (coordenador), Emily Gilmara dos Santos Silva, Jamerson José dos Santos, Erick Thiago dos santos de melo, Fábio Jr da Silva, Mayara Pinheiro da Silva, Mayara da Silva, Ana Nislaine dos Santos Gomes, Ana Júlia da Silva Tavares, Carlos Daniel dos Santos da Silva, Talisson Monteiro Santos, Samuel Belarmino dos santos, Thiago Cabral da Silva longo, Clara Michele Ferreira da Silva, Ana Beatriz Tavares da Silva, Williane da Silva Santos, César José da Silva, Mel Dantas e Yuri Guimarães Carvalho.

Ficha Técnica

Por trás dos filmes, além dos atores, dos figurinos, das câmeras, da arte, do som e de outros elementos mais facilmente perceptíveis na construção qualquer longa metragem, há também um verdadeiro exército de profissionais dedicados a viabilizar cada detalhe do intrincado quebra-cabeça artístico, operacional, logístico e financeiro da produção audiovisual.

Veja logo abaixo a equipe técnica de Tambor ou Bola (2019) que o portal História do Cinema Brasileiro pesquisou e agora disponibiliza aqui para você:

Direção: Sergio Onofre
Assistência de Direção: Paulo Silver
Direção de Elenco: Davi Farias
Produção Executiva: 3 Em Um Entretenimento, Bruno Onofre e Renah Berindelli
Direção de Produção: Renah Berindelli
Assistência de Produção: Maysa Reis.
Direção de Fotografia: Albert Ferreira
Assistência de Câmera: Renata Baracho
Still, Making Of, Assistente de Montagem “”Assembly””: Fernando Brandão
Imagens show em Penedo (2016) – Câmeras: Albert Ferreira, Fernando Brandão e Paulo Silver
Gaffer: Edner Pimentel (Careca)
Assistência de Elétrica: Raoni Barros Pimentel
Logger: Tatiane Santos Pinto (Taiga)
Conforming / Correção de cor: Marcelo Cosme
Direção de Arte: Davi Farias
Figurino: Davi Farias
Identidade Visual e Créditos: Ulysses Ribas
Preparação: Davi Farias
Montagem e Desenho de Som: Glauber Xavier
Som: Emmanuel Miranda (Sapulha)
Microfonista: Edilberto Sandes (Brother)
Trilha Sonora Original: Orquestra de Tambores
Motoristas: Jefferson Douglas da Silva Almeida, Suzana Katia de Lima Silva e Williams Alexandre dos Santos Moura
Legendas: Albert Ferreira
Tradução Inglês: Gabriella Buarque e Nanna Buarque
Tradução Espanhol: Mac-Dawison Buarque e Luciana Buarque
Músicas: Tambor ou Bola – Jurandir Bozo e Wilson Santos; Ayan Enluara – Wilson Santos,; Dandalunda – Wilson Santos; Tempestade Festa – Wilson Santos; Ancestralidade – Wilson Santos; Mundaú-Nagô – Wilson Santos e Naná Vasconcelos.

Brasil | Documentário | cor | 23 min 37s | 2019 | Maceió | AL

Classificação indicativa: Livre

Bibliografia

Livros:

Internet:

HISTÓRIA DO CINEMA BRASILEIRO. Tambor ou Bola. Disponível no endereço: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/tambor-ou-bola/

História do Cinema Brasileiro

História do Cinema Brasileiro

Qualquer interesse de envio de textos, dúvidas, opiniões, sugestões, acréscimos de conteúdo, relato de erros ou omissão de informações publicadas, entre em contato com a Coordenação Geral do História do Cinema Brasileiro pelo seguinte email: [email protected]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.